CIDADES

min de leitura - #

Apucarana quer aumentar número de fornecedores locais em compras públicas

Da Redação

| Edição de 25 de agosto de 2022 | Atualizado em 25 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Apucarana quer aumentar número de fornecedores locais em compras públicas

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

OComitê Gestor da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas de Apucarana está trabalhando na definição de estratégias para fomentar uma maior participação de empreendedores locais nas licitações realizadas pelo município. Além de reuniões setorizadas para esclarecimentos e divulgação de editais de concorrência, a curto prazo uma assessoria gratuita deve ser disponibilizada através da AMPEC (Associação de Empresas de Micro e Pequeno Porte e Empreendedores Individuais de Apucarana). 

“Queremos que mais apucaranenses forneçam para o município e, para tanto, vamos a partir de agora, deflagrar ações no sentido de desmitificar o processo. Através de encontros, realizar uma aproximação e maior interação com segmentos econômicos da cidade para detalhar o funcionamento do programa Compras Apucarana”, revelou Edison Peres Estrope, presidente do Comitê Gestor e secretário Municipal da Indústria, Comércio e Emprego de Apucarana. 

Estrope frisa que vender um produto ou prestar serviços para o município é um filão que está sendo desconsiderado por grande parte dos empresários locais. “Muitos apucaranenses poderiam estar fornecendo para a prefeitura, mas acabam deixando de participar das licitações por desconhecimento dos procedimentos de habilitação ou até mesmo por acharem que é algo complexo, que na realidade não é. Fornecer para o poder público é seguro, com pagamento pontual”, afirma o secretário.

O grupo de trabalho, que mantém encontros quinzenais, conta com representantes da prefeitura, Sebrae, Acia, Sivana, Sivale, instituições de ensino superior (Unespar, UTFPR, FAP e Facnopar) e AMPEC. “Buscamos as melhores práticas para serem adotadas para que os empreendedores locais encontrem soluções diferenciadas”, acentua Felipe Sicorski, consultor do Sebrae. 

partir dos encontros setorizados, o comitê gestor espera agregar novos participantes ao “banco de fornecedores locais”. “A ideia é ampliar e abrir novos canais de comunicação, mostrando ao empresário que vale a pena participar das compras públicas”, reforça Sueli Pereira, secretária Municipal da Fazenda. Segundo ela, a prefeitura e suas autarquias são grandes consumidoras. “Queremos mais apucaranenses concorrendo em nossos editais de compras públicas”, diz. Segundo ela, os editais do município são publicados tanto em diário oficial, quanto na internet através do Portal de Transparência, alojado no site www.apucarana.pr.gov.br.

De acordo o prefeito Junior da Femac, o trabalho comitê tem somado forças com outras iniciativas da gestão no sentido de criar um ambiente que permita uma participação cada vez maior de empresas locais nos processos licitatórios. “Muitos produtos e serviços acabam sendo fornecidos por empresas de fora e todas as iniciativas que venham informar, assessora e capacitar nossos empreendedores para o processo de compras públicas tem o apoio da prefeitura”, disse.