CIDADES

min de leitura - #

Espetáculo mobiliza 700 alunos do Projeto Crescer

Da Redação

| Edição de 08 de dezembro de 2022 | Atualizado em 08 de dezembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Espetáculo mobiliza 700 alunos do Projeto Crescer

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Depois de adotar o formato virtual para os grandes eventos, em função da pandemia, o Projeto Crescer voltou a lotar o Ginásio Municipal de Esportes de Arapongas na noite de anteontem.  Alunos, professores e demais membros das equipes do Projeto Crescer I, que funciona na Casa do Bom Menino, e do Projeto Crescer II, realizado na Unopar, apresentaram o espetáculo ReinventArt, envolvendo vários números artísticos e tendo como pano de fundo o centenário da Semana de Arte Moderna. “A Semana de Arte Moderna foi muito além de uma exibição de obras de arte. Ela representou a nossa independência cultural, desvinculando nossa identidade das nações que colonizaram o país”, afirma a diretora do Projeto Crescer, Andressa de Oliveira.

Logo no início, a coordenadora Aline de Oliveira avisou a plateia que todos entrariam no túnel do tempo. O que se viu na sequência foi uma série de apresentações que envolveram cerca de 700 alunos, com cenário, músicas, dança e guarda roupa de época. Os alunos tiveram a oportunidade de demonstrar o que aprenderam ao longo do ano através das oficinas de canto, coral, dança, teatro, fauta doce, teclado, fanfarra e capoeira. E o público teve um encontro (ou reencontro) com Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Anita Malfatti, Villa-Lobos e outros expoentes da escola modernista.

Destinado a famílias com renda até três salários mínimos, o Projeto Crescer, que neste ano atendeu mais de 800 alunos, também oferece as oficinas de contraturno, além de três refeições diárias, tudo gratuitamente. 

“A gratidão é a memória do coração. Neste momento em que estamos encerrando as atividades de 2022 e, ao mesmo tempo, nos preparando para o início de uma nova jornada, o coração nos pede para agradecer”, afirmou o presidente da Casa do Bom Menino, Paulo Pennacchi.