CIDADES

min de leitura - #

IAT estende área para pescadores profissionais do Vale

Da Redação

| Edição de 14 de julho de 2022 | Atualizado em 14 de julho de 2022
Imagem descritiva da notícia IAT estende área para pescadores profissionais do Vale

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Nova portaria do Instituto de Água e Terra (IAT) publicada nesta semana, estende a área de pesca para pescadores profissionais de Porto Ubá, distrito de Lidianópolis, no Rio Ivaí. O documento também define e delimita locais, formas e quantidade para captura e estoque de peixes oriundos da pesca amadora e profissional na Bacia Hidrográfica do Rio Ivaí. 

A medida regulamenta a atividade da pesca profissional na região e atende uma demanda antiga dos profissionais locais, manifestada por intermédio do Ministério Público do Paraná. Eles devem seguir as regras estabelecidas na Portaria sobre os acessórios autorizados para a atividade.

Os equipamentos são permitidos em um trecho demarcado de aproximadamente 163 km, que vai do Rio Ivaí (entre o Porto de Areia no município de Ivaiporã) até a 1000 metros a montante da confluência do Rio Keller (no município de Itambé). 

Na Portaria, também são descritos os locais em que a pesca é proibida e a lista de 70 pescadores profissionais autorizados pelo órgão ambiental do Estado a utilizarem petrechos de forma diferenciada.

Os acessórios permitidos para estes profissionais estão descritos no art. nº 11 da Portaria, tais como tipos, quantidade e tamanhos de redes, além de especificações de iscas e espinhéis.

Ao pescador amador, é permitida a cota máxima de captura de 5 kg, nas modalidades desembarcadas e embarcadas e somente nos locais permitidos. Também é necessário portar documento de identificação pessoal e licença de pesca amadora.