CIDADES

min de leitura - #

Nova terceirizada assume trabalhos de limpeza e roçagem em Apucarana

DA REDAÇÃO

| Edição de 17 de março de 2022 | Atualizado em 17 de março de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Os trabalhos de roçagem e limpeza de lotes urbanos não edificados em situação de abandono seguem em Apucarana. Nesta semana, uma nova empresa contratada assumiu os serviços, que já chegaram a mais de 500 terrenos desde meados de janeiro, quando finalizou o prazo legal concedido pelo município para que os proprietários realizassem a limpeza por conta própria.

As regiões do Núcleo Habitacional Afonso Alves de Camargo e trechos da BR-369, entrada da cidade para quem vem de Londrina, são as primeiras atendidas pela nova terceirizada. O contrato estabelecido com a L.C. da Silva Serviços Ltda, de Apucarana, mediante ata de registro de preço, prevê a roçagem de mais de um milhão de metros quadrados (1.100.000 m²), com investimento na ordem de R$110.110,00, em recursos municipais. “A prestação de serviços licitada estabelece roçagem de terrenos particulares com coleta, remoção e destinação adequada do resíduo”, informa o prefeito Júnior da Femac. 
Além dos transtornos causados à vizinhança, o prefeito relata que a presença do mato e o acumulo de lixo em terrenos urbanos é ambiente propício à proliferação de insetos nocivos à saúde, como o mosquito transmissor da dengue.
O contrato estabelecido pelo município também exige que a empresa opere diariamente com equipe mínima de 10 operários. Os custos do serviço realizado pela empresa, de acordo com a regulamentação legal, são cobrados do proprietário do terreno. “Os serviços de roçagem e limpeza estão regulamentados pelo decreto em R$1,47 o metro quadrado e a retirada de entulhos em R$199,88 por viagem de caminhão. Em caso da necessidade do uso de pá-carregadeira, o valor estipulado é de R$219,68 por hora trabalhada. Já os serviços de desbaste de toco, R$157,80 a hora trabalhada”, informa Mauro Toshio Kitano, superintendente da Secretaria de Serviços Públicos. 
O cronograma de trabalho fixado pelo município prevê verificação de lotes urbanos em todas as regiões. “É um trabalho contínuo, que é mais intenso neste período do ano onde o clima favorece o crescimento mais rápido do mato, mas que é realizado ao longo de todos os meses”, assinala Toshio. Ele informa que a empresa L.C. da Silva Serviços Ltda. também venceu a licitação, na modalidade registro de preço, para execução da limpeza das áreas públicas, totalizando 2,8 milhões de metros quadrados e um investimento na ordem de R$280.280,00.