CIDADES

min de leitura - #

Nucria instaurou mais de 1,8 mil inquéritos em 2022

Da Redação

| Edição de 26 de janeiro de 2023 | Atualizado em 26 de janeiro de 2023

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) -  unidade da Polícia Civil (PCPR) responsável por investigar crimes de violência contra crianças e adolescentes - instaurou 1.828 inquéritos no ano passado em todo estado.

No período, os crimes mais frequentes foram estupro de vulnerável, lesão corporal e importunação sexual. Além disso, também houve registros de maus tratos, crimes sexuais e fornecimento de produtos que causem dependência química.

A delegacia, que existe desde 2014, apura crimes de lesão corporal grave, gravíssima ou qualificada pela violência doméstica, como estupros, situações de pedofilia, tortura e outros crimes. No local, são atendidas crianças de 0 a 12 anos. Seu objetivo é garantir a segurança, tranquilidade e equilíbrio emocional para as vítimas e seus familiares. Atualmente, sete unidades do Nucria estão distribuídas em Curitiba, Cascavel, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Paranaguá e Ponta Grossa.