CIDADES

min de leitura - #

Polícia procura autores de três crimes sexuais

Silvia Vilarinho

| Edição de 03 de agosto de 2022 | Atualizado em 03 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Polícia procura autores de três crimes sexuais

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) tenta identificar suspeitos de estupros cometidos contra duas mulheres em Apucarana. Os crimes aconteceram no dia 22 de maio e 29 de julho, em regiões diferentes da cidade. A Delegacia da Mulher também investiga um terceiro crime sexual que vitimou um adolescente de 17 anos. 

De acordo com a delegada da Mulher de Apucarana, Magda Marina Hofstaetter, o estupro registrado no dia 22 de maio, aconteceu por volta das 22h30 e a vítima é uma mulher de 34 anos. “Ela estava a caminho de uma tabacaria localizada no Jardim Colonial I, bairro onde mora, quando foi abordada por dois criminosos”, relata. 

Conforme a polícia, a vítima relatou ter sido dopada e em seguida abusada pelos dois homens. 

Já o estupro registrado no dia 29 de julho tem como vítima uma mulher, de 32 anos, que estava à caminho do trabalho, por volta das 10 horas, quando foi surpreendida na rua pelo abusador. No entanto, conforme a delegada, a mulher vive há pouco tempo em Apucarana e não soube explicar o local exato do crime.  “A vítima não soube dizer exatamente onde estava, mas o estupro ocorreu via pública durante o dia. O autor abordou a mulher na rua e a carregou para um terreno baldio”, acrescenta

Conforme informações da polícia, o homem aparentava ter 40 anos, 1,80 de altura, vestia camiseta de manga curta e usava boné vermelho. “Acreditamos que os crimes não têm relação, não foram praticados pelas mesmas pessoas e todas as vítimas realizaram exames no Instituto Médico Legal”, comenta. 

MENOR DE IDADE

A delegacia também investiga um caso de abuso contra um adolescente de 17 anos. O caso foi registrado na Rua São Paulo, na Vila Feliz no dia 23 de maio. Segundo a delegada, o jovem tinha acabado de sair da escola quando foi abordado pelo criminoso. 

De acordo com o depoimento da vítima à polícia, o suspeito é branco, de olhos verdes. O homem abordou o jovem na rua, o levou até um matagal e praticou atos libidinosos. 

A PC-PR solicita a colaboração da sociedade com informações que auxiliem na localização dos suspeitos. As denúncias podem ser feitas de forma anônima pelo telefone (43) 3423-0972, diretamente à equipe de investigação. (Silvia Vilarinho e Fernanda Neme)