CIDADES

min de leitura - #

Prefeitura inicia projeto de alargamento da ‘Bandeirantes’

Da Redação

| Edição de 02 de agosto de 2022 | Atualizado em 02 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Prefeitura inicia projeto de
alargamento da ‘Bandeirantes’

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Prefeitura de Apucarana deu iniciou ontem ao alargamento da Rua Bandeirantes, entre trecho de 200 metros lineares entre as ruas Osório Ribas de Paula e Talita Bresolin, nas imediações do Cemitério Municipal da Saudade. Com a intervenção viária, a via passará dos atuais 6 metros para 9 metros de largura.

Segundo a prefeitura, a obra vai criar cerca 40 vagas de estacionamento. “Peço paciência aos apucaranenses. É um serviço que vai durar alguns dias e exige grande movimentação de maquinários e operários que, sem dúvidas, causa um transtorno na rotina diária de todos que transitam aqui nesta parte do centro de Apucarana, mas é algo transitório”, assinalou o prefeito Junior da Femac.

A projeção é que os trabalhos estejam concluídos até o final da próxima semana. “Este serviço começou a ser pensado em fevereiro deste ano e faz parte de um planejamento que visa proporcionar maior fluidez e segurança ao trânsito no município. Além de ampliar a mobilidade, com esta obra estaremos criando dezenas de vagas de estacionamento e ajudando de forma direta aos pacientes renais que utilizam as clínicas neste local”, explicou o prefeito Júnior da Femac.

A intervenção viária prevê ainda a construção de calçada nova em todo o trajeto remodelado. “Muitos apucaranenses passam por este trecho em suas caminhadas diárias. Com o novo passeio, que terá 2,5 metros de largura, as pessoas terão um ganho muito grande em acessibilidade”, anuncia o prefeito.

De acordo com ele, a prefeitura também vai promover a rearborização urbana do trecho. “Para este alargamento foi necessária a remoção de algumas árvores, por isso vamos, em todo o trajeto remodelado, promover o replantio com cerejeiras-ornamentais, que são árvores próprias para o meio urbano”, diz Hellingtonn Martins, superintendente de Serviços Públicos.