CIDADES

min de leitura - #

Secretaria descarta poluição no Lago Jaboti

Adriana Savicki

| Edição de 04 de julho de 2018 | Atualizado em 25 de janeiro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.


Coloração esverdeada da água tem chamado atenção de frequentadores
Frequentadores do Parque Jaboti, em Apucarana, foram surpreendidos nos últimos dias pela mudança na cor da água do lago. O forte tom esverdeado e a formação de crostas em alguns pontos próximos da margem suscitou comentários nas redes sociais e suspeita de poluição.

Imagem ilustrativa da imagem Secretaria descarta poluição no Lago Jaboti


Segundo a Secretaria de Meio Ambiente de Apucarana (Sema), a situação está sendo monitorada mas, por enquanto, está descartada a hipótese de lançamento irregular e poluição no lago.
O secretário de Meio Ambiente, Sérgio Bobig, esteve ontem no local para coletar amostras da água. Ele destaca, entretanto, que o fenômeno é natural causado pela combinação de falta de chuva e temperatura atípica. “Como não tem chovido, a água do lago tem menor renovação e, de outro lado, está muito mais quente que o normal do período, um ambiente ideal para proliferação de algas, o que dá essa tonalidade esverdeada da água”, comenta. 
Apesar de ter causas naturais, o fenômeno pode trazer mais impacto para o ecossistema local. “As algas diminuem a oxigenação do lago e isso pode causar a morte de peixes, principalmente os de maior porte”, comenta. 
Segundo o secretário, a prefeitura tem um projeto de instalação de aeradores no lago exatamente como forma de evitar esse tipo de problema. “Estamos avaliando a viabilidade técnica disso, mas por equanto não há muito a ser feito”, destaca. (ADRIANA SAVICKI)