CIDADES

min de leitura - #

Teatro Vianinha é alvo de vandalismo em Arapongas

Cindy Santos

| Edição de 11 de janeiro de 2023 | Atualizado em 11 de janeiro de 2023
Imagem descritiva da notícia Teatro Vianinha é alvo de vandalismo em Arapongas

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Um dos espaços culturais mais tradicionais de Arapongas, o Teatro Vianinha, foi alvo de vandalismo. O criminoso que invadiu o local danificou o telhado, estruturas em gesso, instalações hidráulicas e elétricas do prédio. A situação só foi descoberta anteontem à noite, após a prefeitura receber uma denúncia de que havia um homem em cima do telhado do teatro. Um suspeito já foi filmado e identificado ainda ontem.

De acordo com as informações da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Eventos (Secle), a Guarda Municipal (GM) foi a primeira a chegar no local e encontrou um cenário de guerra. Os danos causados no sistema elétrico resultaram em um curto-circuito que causou um incêndio no forro do teatro. Além disso, o palco principal e parte do auditório ficaram alagados por conta do rompimento de canos. A fiação  dos sistemas de de som, iluminação e outros equipamentos utilizados, incluindo uma tela de cinema que existia desde a inauguração do teatro, em 1976 foi cortada. 

Na tarde de ontem, o secretário Municipal de Segurança Paulo Sérgio Argati, informou que um suspeito foi identificado. De acordo com ele, a prefeitura recebeu uma denúncia de uma pessoa que testemunhou o momento que o homem  saiu do teatro na última quinta-feira (5). A testemunha filmou o suspeito e encaminhou o vídeo à secretaria de Segurança. Esse mesmo homem também foi visto novamente no telhado do teatro por outra pessoa, na última terça-feira.

“Desde o dia 16 de dezembro não entrava ninguém no teatro. Lá não tem vigia, então, após tomarmos conhecimento sobre esse vídeo, acreditamos que o teatro foi invadido na semana passada e na última terça”, informa Argati. 

O secretário de Cultura, Geison Cortez, informou que ainda não há uma estimativa do prejuízo, uma vez que a destruição atingiu a parte estrutural, elétrica e de equipamentos. De acordo com ele, nada foi levado do prédio público. “Ainda não temos um valor estimado para recuperar o teatro, até porque tivemos noção da dimensão dos estragos somente nesta quarta-feira”, afirma. 

Enquanto a prefeitura providencia a recuperação do teatro, os eventos que já estavam agendados serão realocados para outro espaço que ainda será definido pela secretaria. 

“Espero que o autor seja localizado porque o que ele causou foi muito grave”, pontua o secretário que solicitou um vigia noturno e instalação de câmeras de segurança para o teatro.