COLUNAS

min de leitura - #

A nossa vida é formada por círculos: em qual você está?

Da Redação

| Edição de 21 de julho de 2022 | Atualizado em 21 de julho de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Em sua rede social, a Forbes Brasil publicou que a artista Lady Gaga, esta que ao longo da carreira expôs suas cicatrizes emocionais com o objetivo de ajudar as pessoas que passaram ou passam pelas mesmas situações, agora está promovendo, juntamente com sua mãe Cynthia Germanotta, saúde mental e gentileza no trabalho.

Não é novidade que a pandemia deixou e ainda deixa uma infinidade de pessoas sofrendo de problemas emocionais, mas segundo a reportagem os Millenials (nascidos entre 1980 e 1995) e a Gen Z (nascidos entre 1996 e 2012) estão vivendo consequências emocionais intensamente no mundo do trabalho.

Trago aqui uma fala de Augusto Cury em que auxiliará a todos, mas em especial essas gerações citadas acima, “... há períodos em que tudo dá certo na vida, recebemos apoios e aplausos. Há outros períodos em que fracassamos , somos rechaçados, frustrados e criticados justa ou injustamente.”. Como as estações do ano, as fases da lua, as etapas de florescer de uma flor, a nossa vida também é cíclica . Estou á disposição para auxiliá-los a procurar, com sabedoria e inteligência emocional, escrever os capítulos mais importantes da história de suas vidas, sejam elas qual forem.

Nem sempre seremos elogiados, valorizados ou reconhecidos pelas coisas que realizamos, embora devêssemos ser pelo menos respeitados. Mas e quando não formos respeitados, como devemos proceder? Em primeiro lugar expressar o que está pensando e sentindo, em segundo lugar ter humildade compreendendo nossas limitações e em terceiro lugar explorar novos caminhos como Graham Bell exemplificou “se andarmos apenas por caminhos já traçados, chegaremos apenas onde os outros chegaram”. 

Todos nós temos um potencial intelectual e enorme para ser explorado em todas as fases da vida e em qualquer área, mas como estamos contribuindo para que esse potencial seja explorado? As condições emocionais estão favoráveis para esse desenvolvimento?

Nem todas as pessoas aplicam de forma prática o pensamento do filósofo Nietzsche “aquilo que não me mata me torna mais forte” e é justamente por sermos diferentes e vulneráveis emocionalmente que vamos de encontro com o que a Forbes Brasil apresentou da fala de Lady Gaga e sua mãe, que alertam para que as empresas priorizem a saúde mental de seus funcionários, pois podem perder grandes talentos da geração Z e Millennials.