COLUNA DA TRIBUNA

min de leitura - #

Alunos visitam gabinete do prefeito

Da Redação

| Edição de 23 de novembro de 2022 | Atualizado em 23 de novembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Alunos visitam gabinete do prefeito

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Crianças do terceiro ano da Escola Ágape visitaram o prefeito de Apucarana, Junior da Femac (PSD), nesta terça-feira. A atividade faz parte do conteúdo de história, no qual os alunos aprendem sobre os três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Na visita, as crianças entregaram ao prefeito uma carta onde parabenizam a sua gestão e, ao mesmo tempo, fazem algumas reivindicações. Segundo a professora Leonice Plath, os alunos pediram melhorias em algumas ruas e nos parques de lazer. Junior da Femac falou sobre o seu dia a dia de trabalho e mostrou a cadeira usada pelo primeiro prefeito de Apucarana, Coronel José Luiz dos Santos. Ele também mostrou as bandeiras de Apucarana, do Paraná e do Brasil, além de uma bíblia escrita à mão. Também acompanharam a visita o diretor pastor Malcel França e a coordenadora Carol Borges.

Quinta-feira de orações 

Nesta quinta-feira, a partir das 19h30, acontece mais um momento de orações na Câmara de Apucarana, sob o comando do vereador Marcos da Vila Reis (PSD), um dos coordenadores do movimento Renovação Carismática Católica (RCC). Como o grupo de oração só ocorre na última quinta-feira do mês, este também será o último do ano, já que na segunda quinzena de dezembro o Legislativo já estará em recesso. Marcos da Vila Reis considera que este momento de oração será importante para pedir ao Deus criador e Jesus Cristo para que o País tenha paz neste momento de transição de governo e que o novo presidente da República, que vai assumir em janeiro de 2023, possa conduzir o País no caminho certo.

Mesários faltosos

Mesários e mesárias que não compareceram para trabalhar nas eleições do segundo turno, realizadas no dia 30 de outubro, têm prazo até dia 29 de novembro para apresentar justificativas à Justiça Eleitoral. As justificativas devem ser entregues ao Cartório Eleitoral de sua atuação, através de requerimento endereçado ao juiz eleitoral com comprovação do ato alegado. Quem não justificar vai pagar multa de 50% do valor do salário mínimo. Se for servidor público ou autárquico, a pena será de suspensão de até 15 dias. As sanções serão aplicadas em dobro se a mesa receptora tiver deixado de trabalhar por culpa dos ausentes no trabalho. Mais de 1,8 milhão de mesários trabalharam nas eleições deste ano em todo País.

Na equipe de transição

Eleita primeira mulher negra deputada federal na história do Paraná, Carol Dartora (PT) foi nomeada pelo vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB) para integrar a equipe de transição do governo Bolsonaro para o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ela vai participar do grupo de trabalho de desenvolvimento social. Nas redes sociais, a atual vereadora de Curitiba afirmou que a pauta do desenvolvimento social será prioridade no novo governo e reiterou o compromisso dela com o assunto e com “o povo brasileiro”. Carol ressaltou ainda ser necessário combater a desigualdade e cuidar das pessoas.

Bolsonaro de volta

Após longo período ausente, o presidente Jair Bolsonaro (PL) retornou ontem ao Palácio do Planalto. O Chefe do Executivo teve na agenda oficial uma reunião com seu ex-ministro do Desenvolvimento Regional e senador eleito Rogério Marinho (PL-RN). Há 20 dias ele não comparecia ao local de trabalho. Desde que foi derrotado nas urnas, Bolsonaro diminuiu não só sua agenda oficial como a presença nas redes sociais. Os únicos momentos em que quebrou o silêncio foram em dois pronunciamentos, um em que pediu para apoiadores não interditarem rodovias e uma entrevista na qual não citou Lula, nem admitiu a derrota.