COLUNA DA TRIBUNA

min de leitura - #

TRE proclama eleitos no Paraná

Da Redação

| Edição de 18 de outubro de 2022 | Atualizado em 18 de outubro de 2022
Imagem descritiva da notícia TRE proclama eleitos no Paraná

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Em sessão de julgamento realizada no final da tarde desta segunda-feira, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura (foto), fez a proclamação dos eleitos e eleitas no primeiro turno das eleições no Paraná para os cargos de governador, vice-governador, senador e deputados e deputadas federais e estaduais. A proclamação foi feita após a Corte aprovar por unanimidade o relatório da totalização do resultado das eleições apresentado pelo presidente da Comissão Apuradora, desembargador Fernando Wolff Bodziak. Pelo menos por enquanto, os candidatos proclamados estão aptos a receber seus diplomas de eleitos.

Novo secretariado 

Segundo se comenta no Palácio Iguaçu, o governador reeleito Ratinho Junior (PSD) só deverá decidir alguma coisa sobre o novo secretariado para a sua segunda gestão após o resultado do segundo turno das eleições presidenciais. É que Ratinho Junior pretende escolher seus secretários de acordo com o presidente que vai governar o País nos próximos quatro anos. Caso a vitória seja de Bolsonaro, terá mais tranquilidade para montar o secretariado, já que ele mantém ligação direta com Bolsonaro. Mas se Lula vencer as eleições, o governador terá o cuidado de escolher nomes dentro dos partidos aliados que tenham alguma interlocução com Lula ou com o comando petista. Até lá haverá muita especulação entre os aliados.

Carta municipalista 

Reunidos ontem em Brasília, cerca de 500 prefeitos elaboraram a “Carta do Movimento Municipalista Brasileiro”. O documento, preparado sob a coordenação da Confederação Nacional de Municípios (CNM), pede aos dois presidenciáveis neste segundo turno que se comprometam com as estratégias imprescindíveis ao fortalecimento dos municípios. A carta traz pontos considerados importantes voltados para as áreas de educação, saúde, assistência social, saneamento básico e defesa civil. A CNM pede comprometimento dos candidatos na defesa dos interesses dos municípios, principalmente no equilíbrio da divisão da arrecadação tributária e dos encargos administrativos transferidos às prefeituras.

Lula não vai ao debate

O ex-presidente Lula (PT) não vai ao debate promovido pelo SBT nesta sexta-feira. A decisão foi comunicada pela campanha do petista à emissora, que fará uma entrevista de uma hora de duração com o presidente Jair Bolsonaro (PL). A assessoria de Lula alega conflito de agendas. Lula deve participar de agendas em Minas Gerais na sexta e no sábado. Três debates estavam previstos para ocorrer no segundo turno. O primeiro deles foi no domingo, por um pool de veículos formado por Folha, TV Bandeirantes, TV Cultura e UOL. Outro está previsto para o próximo dia 28, na TV Globo. 

Licitação do novo hospital

Duas das quatro empresas que disputam a licitação das obras do novo Hospital de Apucarana foram desabilitadas do processo após análise da documentação apresentada na Comissão Permanente de Licitação, que se reuniu nesta segunda-feira. A comissão desabilitou do certame as empresas Pires Construções e Engenharia (Eireli) e Lebi Construtora Ltda, ambas de Apucarana. A desabilitação pode ser revertida, já que ambas têm prazo de cinco dias úteis para apresentar recurso. A Itaocara Construções Civis Ltda, de Maringá, e Termale Engenharia Ltda, de Curitiba, tiveram documentação aprovada. Após os prazos de recurso, a licitação segue com a abertura dos envelopes com as propostas.