ECONOMIA

min de leitura

Vendas do comércio varejista crescem 0,4% de setembro para outubro

Cristiane Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional (via Agência Brasil)

| Edição de 08 de dezembro de 2022 | Atualizado em 08 de dezembro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

As vendas do comércio varejista no país cresceram 0,4% em outubro, em relação ao mês anterior. A alta, no entanto, foi bem menor que a registrada em setembro, de 1,2%.

Na comparação com outubro de 2021, houve crescimento de 2,7%, terceiro resultado positivo consecutivo. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgada nesta quinta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No resultado de outubro contra setembro, cinco das oito atividades pesquisadas estavam positivas: móveis e eletrodomésticos; equipamentos e material para escritório, informática e comunicação; outros artigos de uso pessoal e doméstico; combustíveis e lubrificantes; e hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo.

Com resultado negativo ficaram artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria; tecidos, vestuário e calçados; e livros, jornais, revistas e papelaria.

O gerente da pesquisa, Cristiano Santos, explicou quem desde 2020, a Black Friday vem se pulverizando, porque as empresas começaram a antecipar promoções e descontos. E que, esta mesma situação se repetiu em outubro, sobretudo em móveis e eletrodomésticos e equipamentos e material para escritório.

Para ele, este comportamento tem a ver também com um certo reposicionamento dessas atividades, que tiveram crescimento bem menor depois da pandemia e adotaram outras estratégias de descontos.

O pesquisador disse, ainda, que na atividade de equipamentos e material para escritório, informática e comunicação, há muita influência do dólar e que a apreciação do real em outubro ajudou nas ofertas desses produtos.

No comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, o volume de vendas em outubro variou 0,5% frente a setembro e 0,3% contra outubro de 2021.

No ano, o setor acumulou aumento de 1,0%, e, nos últimos 12 meses, variou 0,1%, primeiro resultado no campo positivo em cinco meses.