ESPORTES

min de leitura - #

Corinthians faz acordo com Zenit por Yuri Alberto

Da Redação

| Edição de 26 de dezembro de 2022 | Atualizado em 26 de dezembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Corinthians faz acordo com Zenit por Yuri Alberto

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O Corinthians está próximo de anunciar a renovação com um de seus principais reforços no ataque. Yuri Alberto, que chegou no meio do ano de empréstimo, deverá assinar um contrato com a equipe paulista por cinco temporadas, tempo máximo permitido por lei.

De acordo com o site do ge, a negociação está avançada, faltando algumas definições com o Zenit, clube ao qual pertence o atacante, de 21 anos. O time russo deverá receber em troca dois atletas do Timão: o zagueiro Robert Renan e o meio-campista Du Queiroz, ambos jogadores que subiram das categorias de base do Corinthians.

O defensor deve chegar ao Zenit ainda no início de 2023, enquanto Du poderá atuar da equipe paulista até junho. Além do retorno esportivo, o Timão vislumbra um ganho financeiro com Yuri Alberto numa negociação futura. O fato de ele ser jovem e ter passagens por seleções de base motiva o otimismo alvinegro.

As negociações entre os clubes acontecem a alguns dias. Alexander Medvedev, diretor geral do Zenit, viajou ao Brasil para conversar sobre a troca de jogadores com o Timão. Contudo, a operação só deve ser finalizada nos primeiros dias de 2023.

Revelado pelo Internacional, Yuri Alberto chegou ao Corinthians de empréstimo no meio da temporada de 2022 e se adaptou rápido. Foram 11 gols em 28 partidas disputadas. Ele voltaria à Rússia no meio do ano, mas afirmou publicamente que tinha o desejo que continuar.

No meio desse ano, o Zenit pretendia estabelecer o preço de venda dele em 25 milhões de euros (cerca de R$ 136 milhões na cotação atual). Este foi o valor pago pelo clube de São Petersburgo para tirar o jogador do Internacional.

Tal quantia é considerada muito alta e praticamente impossível de ser paga pelo Corinthians, que preferiu não estipular um preço para compra.