ESPORTES

min de leitura - #

Corinthians tenta manter a liderança contra o Cuiabá

Da Redação

| Edição de 06 de junho de 2022 | Atualizado em 06 de junho de 2022
Imagem descritiva da notícia Corinthians tenta manter 
a liderança contra o Cuiabá

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Depois de retomar a liderança isolada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians visita o Cuiabá na noite desta terça-feira (7), pela 10ª rodada da competição, na Arena Pantanal, às 21h30 (de Brasília).

No último sábado, a equipe conquistou um ótimo resultado fora de casa ao vencer o Atlético-GO por 1 a 0, com gol de Mantuan, mesmo sem jogar bem. Agora, pretende evoluir neste quesito e continuar com resultados positivos - são 11 jogos sem perder.

Para o duelo, o técnico Vítor Pereira não poderá contar com João Victor, Fagner, Luan e Willian, que estão em transição física, nem Jô, em tratamento de trauma na perna esquerda.

Maycon, que estava suspenso na última rodada, não estará à disposição pois sentiu um incômodo no músculo adutor da perna direita. Por outro lado, o português terá o retorno de Raul Gustavo (recuperado de covid-19).

Já o Cuiabá vem de derrota para o América-MG por 2 a 1, no que foi o último compromisso do interino Luiz Fernando Iubel. O clube amarga a 18ª posição, com apenas oito pontos conquistados.

Por isso, em sua estreia, o técnico António Oliveira não terá vida fácil, mesmo dentro de casa - são três derrotas em sequência. Ele não poderá contar com André Luís, suspenso pelo terceiro amarelo. 

CÁSSIO 

O goleiro Cássio comemorou 35 anos nesta segunda-feira festejando novas marcas no Corinthians. Dono de nove títulos no clube e um dos grandes ídolos da torcida, o camisa 12 chegou a 590 jogos e entrou para o Top 5 corintiano, igualando o volante Biro Biro. 

Com mais 12 partidas, o camisa 12 será o terceiro. Tais façanhas o emocionam e ele, sentindo-se privilegiado, fez um emocionante agradecimento antes da viagem para encarar o Cuiabá, pelo Brasileirão, nesta terça-feira.

“Estou muito feliz por chegar aos 35 anos, feliz pelo momento, pela família. A gente só quer pedir, pedir, e esquece de olhar para trás e agradecer por tudo o que tem, o que conseguiu alcançar com a profissão. Sou muito grato por chegar bem aos 35 anos”, festejou.