ESPORTES

min de leitura - #

Marrocos elimina a Espanha nos pênaltis e faz história

Da Redação

| Edição de 06 de dezembro de 2022 | Atualizado em 06 de dezembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Marrocos elimina a Espanha nos pênaltis e faz história

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Os Leões - ou seriam zebras? - do Atlas estão nas quartas de final da Copa do Mundo pela primeira vez. A seleção de Marrocos foi ontem responsável pela maior surpresa das oitavas de final do Mundial do Catar, ao eliminar a favorita Espanha nos pênaltis, por 3 a 0, após empate sem gols no tempo normal, no Estádio Cidade da Educação, em Doha.

O goleiro Yassine Bounou foi o herói da classificação histórica, defendendo dois pênaltis. Ironicamente, o camisa 1 defende um time espanhol, o Sevilla. 

Curiosamente, dois dos 26 jogadores do elenco marroquino são nativos da Espanha, mas escolheram defender o país africano, que foi um protetorado espanhol entre 1912 e 1956. Um deles é o lateral Achraf Hakimi, nascido em Madri, justamente quem bateu o pênalti decisivo. O outro é o goleiro reserva Munir El-Kajoui, natural de Melilla, cidade no território de Marrocos, próximo ao Estreito de Gibraltar, mas que pertence à nação ibérica e possui, inclusive, um muro erguido na região de fronteira.

A classificação garante o melhor resultado marroquino em uma Copa, superando 1986 (México), quando a equipe parou na Alemanha Ocidental, nas oitavas. Para ser o primeiro país da África em uma semifinal de Copa, Marrocos terá que superar Portugal, que não tomou conhecimento da Suíça ontem e venceu por 6 a 1 no Estádio Lusail. Os portugueses se deram ao luxo de colocar Cristiano Ronaldo no banco. O substituto do astro foi Gonçalo Ramos, que marcou três gols. O duelo pelas quartas será no próximo sábado (10), às 12h, no Estádio Al Thumama.