ESPORTES

min de leitura - #

Messi vence 8ª Bola de Ouro no dia do aniversário de Maradona

Da Redação

| Edição de 30 de outubro de 2023 | Atualizado em 30 de outubro de 2023
Imagem descritiva da notícia Messi vence 8ª Bola de Ouro no dia do aniversário de Maradona

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Lionel Messi recebeu nesta segunda-feira, 30 de outubro, dia em que Diego Armando Maradona completaria 63 anos se estivesse vivo, sua oitava e muito provavelmente última Bola de Ouro. Para isso, venceu uma disputa com os jovens Erling Haaland, do Manchester City, e Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain, que ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

O oito vezes melhor do mundo dedicou a conquista à sua mulher, Antonella Roccuzzo, e a Maradona. “Antonella me ajudou a alcançar meus objetivos, meus sonhos, sem você nada disso teria sido possível”, disse, antes de acrescentar. “Queria mencionar mais uma pessoa, o Diego. É aniversário dele hoje, então não tem dia melhor para lembrá-lo. Em qualquer lugar que você esteja, parabéns. Quero compartilhar com você, Diego”, disse.

A revista francesa levou em consideração a temporada europeia, de agosto de 2022 a julho de 2023, para apontar uma lista de 30 finalistas, a partir da qual jornalistas de 180 países fizeram listas individuais e ordenaram de primeiro a quinto quais foram os melhores jogadores de futebol da temporada. Assim, os atletas receberam uma pontuação que foi somada para definir o vencedor do prêmio Bola de Ouro.

Messi já era o maior ganhador do prêmio desde 2019, quando desempatou o cinco a cinco que mantinha com Cristiano Ronaldo. Venceu a sétima Bola de Ouro em 2021, enquanto o português ganhou sua última em 2017. Pelé, o Rei do Futebol, tem sete Bolas de Ouro simbólicas, reconhecidas pela France Football após uma revisão feita em 2015, já que de 1956 até 1995 apenas europeus eram candidatos ao prêmio.

Desta vez, pesou a favor do astro argentino a liderança exercida por ele durante o título mundial conquistado pela Argentina no Catar em 2022, que encerrou um jejum de 36 anos sem Copa do Mundo para os argentinos. A última havia sido conquistada em 1986, por uma seleção liderada por Maradona. “Todo mundo sabia do meu desejo de se tornar campeão do mundo. Pessoas de diferentes nacionalidades queriam que a Argentina fosse campeã”, afirmou Messi.