GERAL

min de leitura

Bicentenário da Independência: como a data comemorativa foi escolhida

Flávia Peixoto - Repórter da TV Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 29 de agosto de 2022 | Atualizado em 29 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Bicentenário da Independência: como a data comemorativa foi escolhida

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Você sabia que já existiram duas datas para a comemoração da Independência do Brasil? O 7 de setembro, quando a independência foi de fato proclamada, e o 12 de outubro?

D. Pedro I proclamou a independência em 7 de setembro de 1822, isso todos os brasileiros já sabem. Mas, na época, não. Com a dificuldade de propagação das informações pelo gigantesco território nacional, a maioria das pessoas não ficou sabendo disso no dia, nem sequer no próprio mês de setembro.

A população em geral só ficou a par das boas novas em 12 de outubro do mesmo ano, data do começo do reinado de Dom Pedro I como imperador do Brasil e também o dia do aniversário de 24 anos dele.  Isso mesmo, quando proclamou a Independência, ele era muito jovem, tinha apenas 23 anos.

Ouça na Radioagência Nacional


Quando Dom Pedro I abdicou do trono em nome do filho, em 1831, para voltar a Portugal, não fazia mais sentido comemorar sua coroação de 12 de outubro. A ideia então era passar a celebração para o dia 2 de dezembro, data de nascimento de Dom Pedro II. Mas, como na época ele era um menino de apenas seis anos, que não assumiu o poder de fato, a data não pegou!

Foi só aí que o 7 de setembro retomou a força e se consolidou como o Dia da Independência do Brasil.