GERAL

min de leitura - #

Em seis meses, Ivaiporã paga mais de R$ 1 milhão ao consórcio de saúde

Da Redação

| Edição de 22 de julho de 2022 | Atualizado em 22 de julho de 2022
Imagem descritiva da notícia Em seis meses, Ivaiporã paga mais
de R$ 1 milhão ao consórcio de saúde

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O investimento da Saúde de Ivaiporã em consultas e exames com especialistas no primeiro semestre de 2022 já supera em 68% o aplicado em todo ano passado. Os números foram apresentados nesta sexta-feira pela diretora do Departamento de Saúde, Cristiane Pantaleão, ao prefeito Luiz Carlos Gil (PSD). De acordo com o relatório apresentado, entre janeiro e junho o município repassou pouco mais de R$1 milhão ao Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS) da 22ª Regional de Saúde de Ivaiporã, para prestação de serviços. Em 6 meses, foram 8.038 consultas – uma média 44 por dia, levando em consideração os dias úteis - e 11.545 exames, média de 92 por dia.

Segundo a administração municipal, o valor pago é referente às consultas de 19 especialidades e mais de 30 exames como ultrassonografia, densitometria, eletroencefalograma, ecocardiograma, teste ergométrico, holter, videolaringo, entre outros.

O prefeito Carlos Gil observou que os relatórios comprovam a aplicação dos recursos públicos e são as principais ferramentas de acompanhamento da gestão do Departamento de Saúde. “Também servem para apresentar os resultados alcançados e estabelecer as próximas metas tendo como prioridade o bom atendimento à população”, declarou.

Para se ter um parâmetro, em 2020 a gestão anterior pagou ao CIS o valor de R$ 86,4 mil referentes aos 12 meses do ano. No ano passado, o CIS recebeu R$ 623,5 mil pelos procedimentos. O valor pago no primeiro semestre deste ano já superou em 68% os repasses de todo no ano passado.

O prefeito destaca que determinados atendimentos especializados começaram a ser ofertados nesta gestão. “Por exemplo, neuropediatra, reumatologista e pneumologista – o que era muito raro em Ivaiporã. Além dos atendimentos nas UBS, a Prefeitura disponibiliza exames de ultrassom e cardiologia com especialistas que vêm de grandes centros. O nosso objetivo é evitar fila de espera por atendimento”, explicou Cristiane Pantaleão.

A realização de mutirão de consultas e exames – cardiologia+eletro, endocrinologia e oftalmologia, por exemplo, foi uma maneira encontrada pela administração municipal para evitar fila por atendimento. Os procedimentos são feitos nos finais de semana uma vez que os especialistas não residem no município.