GERAL

min de leitura

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 18 de junho de 2022 | Atualizado em 18 de junho de 2022
Imagem descritiva da notícia Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Secretaria de Comunicação do governo federal (Secom) informou neste final de semana que mais de 300 funcionários - entre militares, policiais federais, servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai) e integrantes das Forças Nacionais - foram deslocados para ajudar nas operações de busca e investigação do paradeiro do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira.

Imagem ilustrativa da imagem Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas
Imagem ilustrativa da imagem Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Os corpos de Dom Phillips e de Bruno Pereira já foram localizados e identificados. “Em rápida ação, nesta sexta-feira, a perícia da Polícia Federal, com base em exames de odontologia legal combinados com a antropologia forense, identificou que o material biológico encontrado é do jornalista Dom Phillips”, informou a Secom em nota.

Infográfico Operação Javari
Infográfico mostra linha do tempo e recursos empregados na busca por jornalista e indigenista desaparecidos - Secretaria de Comunicação Social/Secom


As buscas foram realizadas em uma área equivalente a mais de 3 mil campos de futebol - cerca de 26,4 km².

Na tarde de hoje (18), a Polícia Federal prendeu mais um acusado de envolvimento nos assassinatos.