GERAL

min de leitura

Hoje é Dia: cordel, maracatu e capoeirista têm datas nesta semana

Gabriella Castro* - Estagiária da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 31 de julho de 2022 | Atualizado em 31 de julho de 2022
Imagem descritiva da notícia Hoje é Dia: cordel, maracatu e capoeirista têm datas nesta semana

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O Hoje é Dia desta semana exalta manifestações culturais populares, sobretudo, do Nordeste brasileiro. Agosto começa trazendo datas dedicadas a um gênero literário e a uma manifestação popular: o cordel e o maracatu.

Vinda de Portugal para o Brasil no século XVII, a literatura de cordel adquiriu traços da cultura nordestina e se transformou em expressão da região. Impressos de forma artesanal em folhetos, os cordéis eram popularmente vendidos em feiras dispostos em cordões - daí veio o nome desse gênero literário.

A poesia dos cordelistas é feita para ser declamada. Para ser considerada literatura de cordel, as obras devem obedecer certas regras de métrica, rimas e variações linguísticas. Os temas, no entanto, percorrem os mais variados assuntos - desde aventuras de heróis da cultura nordestina a piadas. Em 2019, o programa Trilha de Letras, da TV Brasil, trouxe o poeta Bráulio Bessa para falar desta "poesia popular e sofisticada". Assista:

No mesmo ano, o Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, debruçou-se sobre a história das mulheres cordelistas. O programa mostrou como os versos escritos por mulheres estão saindo da gaveta e ganhando espaço, em um meio onde os homens ainda predominam:

A magia da literatura de cordel é trazida também em reportagem da Agência Brasil, que narra a história da família de Abraão Batista, um dos maiores cordelistas brasileiros.

Ainda no dia 1º, é dia de um ritmo folclórico nacional, que mistura dança e música, e é reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. É o maracatu, celebração popular de origem africana surgida em Pernambuco no século XVII.

Há dois tipos diferentes de maracatu: o maracatu rural, ou de baque solto, e o maracatu nação, ou de baque virado. O primeiro acontece durante os períodos de carnaval e Páscoa, sobretudo na região da Zona da Mata nordestina. Esse ritmo mistura outras manifestações culturais, como cambindas, bumba-meu-boi, cavalo-marinho e coroação dos reis negros.

Encontro Estadual dos Maracatus de Baque Solto de Pernambuco
Maracatu rural, também conhecido como maracatu de baque solto - Foto: Arquimedes Santos/Prefeitura de Olinda

Já o maracatu nação está presente principalmente na região metropolitana de Recife. Essa expressão artística apresenta um conjunto musical percussivo e um cortejo real, que sai às ruas para desfiles e apresentações durante o carnaval.

O programa Sábados Azuis: Histórias de um Brasil que dá certo, exibido pela TV Brasil em 2017, fez um passeio pelo município pernambucano de Nazaré da Mata, um dos berços do ritmo.

Na quarta-feira (3), outra manifestação de origem africana é lembrada: o Dia do Capoeirista. Luta disfarçada de dança e criada por escravos africanos (sobretudo de Angola), a criação da capoeira data do século XVI. Atualmente, três tipos de capoeira são praticados no Brasil: a capoeira de Angola, a contemporânea e a regional. O Repórter Brasil conta um pouco mais da história dessa arte.

 

Primeira mulher na Academia Brasileira de Letras

Há 45 anos, uma mulher se tornava uma imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL) pela primeira vez. A escritora Raquel de Queiroz foi nomeada em 4 de agosto de 1977 para a cadeira nº 56, após o falecimento de Candido Motta Filho.

Cearense nascida em Fortaleza, Raquel de Queiroz ganhou reconhecimento nacional aos 19 anos com a publicação do romance O quinze, que narra a luta do povo nordestino durante a grande seca de 1915. O Recordar é TV lembra a trajetória da escritora.

Além do pioneirismo na ABL, Raquel foi também a primeira mulher a ganhar um Prêmio Camões - maior premiação da literatura em língua portuguesa. Ao longo da carreira, Raquel de Queiroz publicou crônicas, romances e fez tradução de obras de importantes autores internacionais, como Jane Austen, Fiódor Dostoiévski e Agatha Christie. Também teve participação importante na política da época e chegou a ser presa durante a ditadura Vargas por dois anos, período em que escreveu Caminho de Pedras. O Momento Literário, do programa Antena MEC, retratou a trajetória da escritora:

Também no dia 4, serão 35 anos da morte do cantor, compositor e multi-instrumentista brasileiro Dick Farney - apelido do carioca Farnésio Dutra e Silva. Tido como precursor da bossa nova, Dick Farney foi tema de uma matéria especial da Agência Brasil no ano passado, por conta do centenário de seu nascimento. A reportagem recuperou, direto do acervo da Rádio Nacional, áudios de Farney - para muitos, o "Sinatra brasileiro" cantando clássicos como Alguém como tu e Copacabana.

Aniversários na Rádio Nacional

Nesta semana, também é celebrado o aniversário de três programas da Rádio Nacional. Em 1ª de agosto, as comemorações são pelos 67 anos da primeira irradiação do Programa Calendário Kolynos. Já na quarta-feira (3), é a vez de celebrar os 75 anos do Nada além de dois minutos.

O programa Caricaturas completa também 75 anos na quarta-feira (4). Nessa produção, uma personalidade era homenageada com a dramatização de momentos marcantes. Confira um episódio do programa, que narra a trajetória de Pixinguinha, com a participação de Mário Lago.

Confira a lista semanal do Hoje é Dia com datas, fatos históricos e feriados:

31 de julho a 6 de agosto de 2022
31

Inauguração da primeira sala fixa de cinema do Brasil, o Salão de Novidades Paris no Rio de Janeiro (125 anos)

1

Nascimento da atriz paulistana Bruna Lombardi (70 anos)

Nascimento do roteirista e diretor carioca José Padilha (55 anos)

Publicação do resultado do primeiro censo realizado no Brasil (150 anos)

Dia do Poeta de Literatura de Cordel

Dia Mundial do Aleitamento Materno - comemoração internacional, que foi criada em 1992 pela Aliança de Ação Mundial Pró-Amamentação, para abrir a Semana Mundial do Aleitamento Materno. A data promove o exercício da amamentação natural para bebês de até dois anos de idade, e combate a desnutrição infantil, uma vez que, além de alimentar e garantir a saúde através do colostro, o leite materno também imuniza contra doenças respiratórias e crônicas, problemas cardiovasculares, diabetes, hipertensão e osteoporose

Dia Nacional do Selo - dia da emissão do primeiro selo postal brasileiro

Dia Nacional do Maracatu - instituído inicialmente por lei estadual em Pernambuco desde 1997, (motivada pela data de morte do Mestre Luís de França), foi estendido a todo o país em 2017

2

Morte do inventor escocês Alexander Graham Bell (100 anos) - fundador da companhia telefônica Bell

Morte do escritor estadunidense William S. Burroughs (25 anos) - escritor da Geração Beat

Conquista da medalha de bronze do nadador brasileiro Tetsuo Okamoto nos Jogos Olímpicos de Helsinque em 1952 (70 anos) - a primeira medalha da natação brasileira em Jogos Olímpicos

Nascimento da escritora chilena Isabel Allende (80 anos)

Morte do pintor, escultor e gravurista lituano radicado no Brasil Lasar Segall (65 anos) - um dos primeiros artistas modernistas a expor no Brasil

3

Nascimento do instrumentista cearense Raimundo Nonato de Oliveira Luiz, o Nonato Luiz (70 anos)

Nascimento do instrumentista e compositor potiguar Antúlio Madureira (65 anos)

Nascimento do compositor e cantor fluminense Carlos Cachaça (120 anos) - um dos fundadores da GRES Estação Primeira de Mangueira

Nascimento do instrumentista paulista José Ferreira Godinho Filho, o Casé (90 anos)

Morte do cantor paulista Mário Ramos, o Vassourinha (80 anos)

Nascimento do general Ernesto Beckmann Geisel (115 anos) - 29º presidente do Brasil

Morte do compositor Severino Araujo (10 anos) - regeu a Orquestra Tabajara por 50 anos ininterruptos

Transmissão da primeira peça radiofônica O lobo, de Eugen Walter, inaugurando o radioteatro (100 anos)

Dia do Capoeirista - apesar de haver polêmicas sobre a definição dessa data, ela é referenciada em sites oficiais de órgãos federais e vários estados a incluíram em seus calendários

4

Morte do político fluminense Washington Luís Pereira de Sousa (65 anos) - 13º presidente do Brasil e último presidente efetivo da República Velha

Morte do compositor e cantor fluminense Farnésio Dutra e Silva, o Dick Farney (35 anos)

Oscar Pistorius é o primeiro velocista amputado a disputar uma Olimpíada (10 anos)

Rachel de Queiroz é eleita a primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras (45 anos)

Dia do Padre - a celebração é feita na mesma data em que é lembrado o santo padroeiro dos sacerdotes, São João Maria Vianney

5

Nascimento do jornalista paulistano Octavio Frias de Oliveira (110 anos)

Nascimento do compositor e cantor catarinense Orlandivo Honório de Souza, o Orlandivo (85 anos)

Nascimento do baterista carioca João Barone (60 anos) - do grupo Paralamas do Sucesso, é considerado um dos melhores bateristas do Brasil

Nascimento do cientista e médico paulista Oswaldo Cruz (150 anos)

Nascimento do Marechal Deodoro da Fonseca (195 anos) - proclamou a República e foi o primeiro presidente do Brasil

Morte da atriz norte-americana Marilyn Monroe (60 anos)

Morte do cineasta brasileiro Geraldo da Rocha Moraes (5 anos)

Dia Nacional da Saúde - comemoração do Brasil, que foi instituída pela lei nº 5.352, de 8 de novembro de 1967, com a finalidade de promover a educação sanitária e despertar no povo, a consciência do valor da saúde

Dia Internacional da Cerveja - (data móvel, na primeira sexta-feira de agosto) - comemoração internacional, que foi lançada em 2007 na cidade norte-americana de São Francisco

Dia Nacional da Vigilância Sanitária - comemoração do Brasil, que foi criada pela lei nº 13.098, de 27 de janeiro de 2015, durante essa data, deverão ser realizadas atividades celebrativas envolvendo o Sistema Único de Saúde e o Sistema de Vigilância Sanitária em todas as esferas de governo

6

Nascimento do cantor e compositor fluminense Baden Powell (85 anos) - considerado um dos maiores músicos brasileiros de sua época e um dos maiores violonistas de todos os tempos

*com supervisão de Nathália Mendes