GERAL

min de leitura

PF e PRF se unem para combater venda de fertilizantes sem registro

Karine Melo - Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 29 de agosto de 2022 | Atualizado em 29 de agosto de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A venda de fertilizantes sem o cadastro, registro e autorização do órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no estado de Sergipe está na mira da Polícia Federal e Rodoviária Federal na Operação Terra Infértil, deflagrada nesta segunda-feira (29).

Na ação, que tem a participação de 31 policiais federais e 36 policiais rodoviários federais, estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão temporária e 11 mandados de busca e apreensão nos municípios de Cristinápolis (SE), Rio Real (SE) e Umbaúba (SE).

Segundo a PF, as investigações começaram a partir de informações repassadas pelos núcleos de inteligência, relacionadas com o comércio ilegal de fertilizantes na região de Cristinápolis (SE).

Após investigações de campo, foram identificados cinco suspeitos envolvidos diretamente na prática de condutas criminosas. “Considerando que os suspeitos vinham atuando livremente no estado de Sergipe, a operação desencadeada teve como objetivo fazer cessar a atividade ilegal e coletar provas mais contundentes sobre o grupo criminoso”, acrescentou a PF em nota.

Os envolvidos responderão pela prática de crimes de receptação ilegal, associação criminosa e contra as relações de consumo.