GERAL

min de leitura

Rio fecha acordo com União sobre plano de recuperação fiscal

Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 21 de junho de 2022 | Atualizado em 21 de junho de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O estado do Rio de Janeiro formalizou acordo para continuar no Regime de Recuperação Fiscal, informou hoje (21) o governador Cláudio Castro. “Depois de dois anos trabalhando pessoalmente nesta pauta, anuncio com satisfação que conseguimos avançar e solucionar todos os pontos que estavam sendo discutidos”, escreveu Castro, em sua conta no Twitter.

Imagem ilustrativa da imagem Rio fecha acordo com União sobre plano de recuperação fiscal
Imagem ilustrativa da imagem Rio fecha acordo com União sobre plano de recuperação fiscal

“A Procuradoria Geral do Estado e a Advocacia-Geral da União acabam de informar ao Supremo Tribunal Federal  a formalização do acordo que garante a adesão definitiva do RJ ao regime. É um grande passo para o equilíbrio das contas estaduais nos próximos 10 anos”, afirmou o governador na rede social.

Ontem (20,) terminou prazo para o governo estadual apresentar nova proposta para o Plano de Recuperação Fiscal com os devidos ajustes. O prazo foi concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli.

Representantes da Procuradoria-Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ) se reuniram ontem com membros da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), vinculado ao Ministério da Economia, para buscar um acordo.

Desde 2017, o estado do Rio está no Regime de Recuperação Fiscal, que prevê a suspensão do pagamento das parcelas da dívida do estado com a União em troca de medidas de ajuste fiscal, como corte de gastos, congelamento de salários de servidores e privatizações locais. Apenas nos três primeiros anos de vigência, o estado deixou de pagar R$ 92 bilhões à União.