POLÍTICA

min de leitura - #

Após decisão judicial, vereadora cassada reassume mandato na Câmara de Ivaiporã

DA REDAÇÃO

| Edição de 04 de março de 2022 | Atualizado em 17 de março de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Pouco mais de um mês após a cassação por ter comemorado seu aniversário na Câmara Municipal de Ivaiporã, a vereadora cassada Gertrudes Bernardy (MDB) reassumiu nesta quarta-feira à noite o mandato e a presidência do Legislativo. 

A sessão de julgamento de cassação foi feita em 25 de janeiro e foi aprovada por seis votos favoráveis e três votos contrários. Gertrudes foi reconduzida ao cargo, através do pedido da defesa, que foi acatado pelo desembargador Carlos Mansur Arida, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) até que haja uma decisão definitiva sobre o processo. 
Na sessão desta quarta-feira, Gertrudes foi aplaudida de pé pelos participantes que lotaram o plenário desde início e até final da sessão ordinária. 
“Volto à presidência da Câmara Municipal assim como entrei: de cabeça erguida, eleita e aplaudida por vocês. A minha gratidão eterna a cada ivaiporãense. Não se trata de um ato de prepotência ou de qualquer sentimento de superioridade, e sim de ter certeza que fui injustiçada”, destacou Gertrudes. 
Ela também usou a tribuna para se defender da acusação da prática de falta de decoro parlamentar, que motivou a cassação. “Sofri um processo de cassação, onde o único objetivo evidente foi uma demonstração de força na qual, sinto dizer: todos nós perdemos. Perdemos a confiança uns nos outros. Perdemos a harmonia no ambiente de trabalho. Perdemos a amizade, a cumplicidade. Perdemos, sobretudo, o valoroso tempo custeado pelo erário”, destacou Gertrudes. 
O Prefeito Luiz Carlos Gil (PSD) também participou da reunião, em apoio à vereadora. “Estamos aqui junto com a população muito feliz com a volta da vereadora e presidente Gertrudes Bernardy. Ela está voltando ao lugar que conquistou nas urnas, e retomando o mandato de presidente de forma unanime dentro desta Casa”, afirmou Carlos Gil.
O prefeito observa que a vereadora havia sido cassada de uma forma não democrática, sem usar a isonomia e com muitos vícios no processo como está demonstrado. “Para o Executivo Municipal isso é muito importante, porque dá a certeza que projetos não ficarão engavetados”, comentou.
O prefeito também elogiou a reunião ordinária sob o comando da presidente Gertrudes. “Vi hoje uma sessão com bastante harmonia. Entendemos que pode ser dessa maneira. Aqui eu faço um desafio aos seis vereadores: que eles vejam o equívoco que cometeram e retirem o processo como uma forma positiva de aproximação. Eu estou aberto, como sempre estive desde o começo. Mas nunca irei concordar com injustiças”, afirmou. 
Nas eleições municipais de 2020, Gertrudes Bernardy foi eleita com 1.059 votos, ou seja, com 5,85% dos votos válidos, sendo a vereadora mais votada na história política de Ivaiporã. Ele também é a primeira mulher a presidir o Legislativo Municipal.