POLÍTICA

min de leitura - #

Câmara aprova reposição de salários nos poderes Executivo e Legislativo

Edison Costa

| Edição de 23 de janeiro de 2023 | Atualizado em 23 de janeiro de 2023
Imagem descritiva da notícia Câmara aprova reposição de salários nos poderes Executivo e Legislativo

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Em duas sessões extraordinárias realizadas na manhã do último sábado, a Câmara de Vereadores de Apucarana aprovou, por unanimidade, um pacote de projetos de leis que tratam de reposição salarial nas esferas dos poderes Executivo (administração direta e indireta) e Legislativo. Os aumentos são de 7% e 5,93% de acordo com as categorias e cargos e valem a partir do dia 1º de janeiro deste ano. 

No âmbito da Prefeitura, as reposições incluem as remunerações de servidores públicos efetivos e comissionados, do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e procurador-geral. Também garantem o pagamento do piso nacional dos professores no valor de R$ 4.420,55 em início de carreira para 40 horas semanais.

Um outro projeto do Executivo antecipa a data base do funcionalismo municipal de 19 de fevereiro para o dia 1º de janeiro.

No Legislativo, os reajustes abrangem salários de servidores efetivos e comissionados, do diretor-administrativo e do procurador-geral, além de subsídios dos vereadores e do presidente da Casa de Leis.

Com os reajustes, baseados na inflação medida pelo Índice Nacional do Preços ao Consumidor (INPC) anual, a remuneração do prefeito passa, por exemplo, de R$ 25,7 mil para R$ 27,2 mil. Os subsídios dos vereadores passam de R$ 10,4 mil para R$ 11 mil. Em ambos os casos a correção é de 5,93% baseada apenas no INPC.

O plenário da Câmara Municipal esteve lotado, com a presença de servidores municipais, sindicatos, representantes do Executivo Municipal e da sociedade civil organizada.

As sessões extraordinárias foram as primeiras atividades do ano e da nova mesa diretora da Câmara, presidida pelo vereador Luciano Augusto Molina Ferreira (PL), tendo como vice o vereador Tiago Batista Cordeiro de Lima (MDB), como 1º secretário o vereador Rodrigo Lievore Recife (União Brasil)) e, como 2º secretário, o vereador Mauro Bertoli (União).

O presidente da Câmara, Luciano Molina, destaca a importância do momento econômico do País, especialmente pelos impactos decorrentes da pandemia da Covid 19, para dimensionar os esforços da gestão pública municipal em conceder o reajuste de 7% aos servidores. “Todos gostaríamos de estar discutindo valores maiores. Mas hoje estamos num momento em que é preciso comemorar essa conquista, que é de todos os servidores”, destaca.