POLÍTICA

min de leitura - #

Câmara de Apucarana homenageia Banco de Leite

Da Redação

| Edição de 07 de dezembro de 2022 | Atualizado em 07 de dezembro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A equipe do Banco de Leite do Hospital da Providência de Apucarana recebeu na tarde desta quarta-feira Moção de Aplausos da Câmara de Vereadores, em ato solene no Legislativo.

A honraria foi entregue à diretora geral da instituição, Irmã Geovana Ramos e à coordenadora do Banco de Leite, enfermeira Julia Parra, pela autora da proposição, vereadora e Procuradora da Mulher, professora Jossuela Pirelli (PROS).

Inaugurado em 2011, o Banco de Leite é um setor especializado em promoção e proteção do aleitamento materno, no qual as gestantes e mães são orientadas sobre a amamentação e recebem apoio nos momentos em que apresentam dificuldades com o aleitamento.

O presidente da Câmara, Franciley Preto Godoi Poim (PSD), destacou que é um orgulho para todos apucaranenses homenagear um trabalho como esse e parabenizou a iniciativa da vereadora Jossuela.

A vereadora Jossuela destacou que, apesar de ser um trabalho silencioso, entre quatro paredes, sem público, sem alarde, ele é valioso. “Temos que enaltecer esse trabalho, essa equipe que cuida da captação, pasteurização e distribuição de leite materno. Aí está um sentido da vida, ali não está o desejo de se tornar uma equipe famosa. Existe, sim, um grupo de pessoas que têm em suas mãos a capacidade e o cuidado de atender ao pedido de socorro de mães que necessitam da ajuda para manterem vivas as suas crianças”, afirmou. 

O prefeito Junior da Femac (PSD) que estava acompanhado da sua esposa, primeira dama Carmen Izquierdo Martins, e do vice-prefeito Paulo Vital (PSD), enalteceu a homenagem da vereadora Jossuela e a aprovação unanime dos vereadores à moção. “Ao entregar a Moção de Aplausos atestamos o reconhecimento do trabalho do Banco de Leite em Apucarana. O Materno Infantil é referência em nossa cidade e quantas vidas foram salvas através do Banco de Leite?”, questionou o prefeito. Junior destacou ainda que o Banco de Leite é uma troca, porque são mães querem doar, enquanto outras precisam receber. (DA REDAÇÃO)