POLÍTICA

min de leitura - #

Câmaras de Vereadores do Vale querem reativar sua associação

Claudemir hauptmann

| Edição de 10 de junho de 2022 | Atualizado em 10 de junho de 2022
Imagem descritiva da notícia Câmaras de Vereadores do Vale querem reativar sua associação

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

AAssociação de Câmaras Municipais de Vereadores do Vale do Ivaí (Acavi) está de volta. Pelo menos esse é o discurso de vereadores e lideranças políticas, que participaram de uma reunião na manhã desta sexta-feira, em Apucarana, convocada para debater a reorganização da entidade, que há anos foi desarticulada. O encontro foi realizado na sede da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi).

A vereadora e presidente da Câmara Municipal de Ivaiporã, Gertrudes Bernardy (MDB), é uma das principais articuladoras da retomada de atividades da Acavi. Nos últimos dias, ela conversou com todos os presidentes de câmaras do Vale do Ivaí, convidando para a reunião. “Mesmo quem não pode estar aqui nessa reunião já manifestou apoio e disse que vai participar”, comemora.

A vereadora diz que a ideia de retomar as atividades da Acavi surgiu dentro da própria Amuvi, a Associação dos Municípios do Vale do Ivaí, presidida pelo prefeito de Ivaiporã, Luiz Carlos Gil (PSD). “Hoje estamos tentando formar uma diretoria provisória para fazer a entidade andar novamente”, diz Gertrudes. Para ela, a associação pode contribuir muito com os mandatos dos vereadores, a partir das trocas de experiência, melhorando o desempenho do Legislativo nas cidades. “Vamos fazer da Acavi uma grande associação no Paraná e queremos andar junto com a Amuvi para fortalecer ações políticas e trazer mais projetos para todo o Vale do Ivai”, disse.

Mauro Bertoli (União Brasil), vereador de Apucarana e ex-presidente da Acavi, comemora. “A Acavi está de volta”, garante. ‘Vamos reerguer a entidade, vamos integrar as ações dos mais de 200 vereadores de nossas 26 cidades”, diz. Ele destaca que os vereadores precisam ser mais valorizados, uma vez que são os políticos que estão sempre mais próximos da população, conhecendo melhor a realidade dos bairros e dos distritos. “Juntos, vamos dar mais força política para o Vale do Ivaí”, afirma. No total, as câmaras do Vale do Ivaí somam 236 vereadores, sendo 204 homens e 32 mulheres.

Um dos presentes ao encontro foi o vereador Leonardo Belinatti (Cidadania), de Mauá da Serra. Para ele, “é importante fomentar a retomada da Acavi para melhorar a representatividade da região no Estado”. Segundo ele, é fundamental que os vereadores de toda a região se unam e façam parte dos esforços para fortalecer a entidade. “O que trouxe todos a essa reunião foi o diálogo, que é a base de tudo. O diálogo é onde tudo começa. Com Amuvi, sem dúvida, teremos bons resultados para a região”, diz.


Entidade pode ajudar na qualificação de mandatos

O presidente da União de Câmaras, Vereadores e Gestores Públicos do Paraná (Uvepar), Frederico Freitag (PL), que é vereador em Peabiru, também participou da reunião em Apucarana visando a reorganização da Acavi. Para os trabalhos, ele também trouxe o assessor jurídico da entidade, Paulo Guedes, para agilizar os processos burocráticos de retomada da entidade.

Frederico Freitag explica que mobilizar os vereadores para participarem da reativação da entidade “é fortalecer a microrregião em suas lutas políticas”. Para ele, as entidades de vereadores são fundamentais para ajudar na qualificação dos mandatos, uma vez que não há exigências de cursos e diplomas para ser vereador. “Então ajudamos compartilhando informações, promovendo ciclos de formação, para capacitação dos vereadores eleitos e ajudá-los no exercício de seus mandatos”, explica. “É importante conhecer bem os processos, o rito legislativo, para se ter mandatos mais efetivos, que façam a diferença para a população. E a união é sem dúvida um caminho mais curto para esse aprendizado”, conclui.