POLÍTICA

min de leitura - #

Candidata prega acesso popular sem restrições aos serviços públicos

Claudemir hauptmann

| Edição de 24 de agosto de 2022 | Atualizado em 24 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Candidata prega acesso popular sem restrições aos serviços públicos

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Nascida em Apucarana, a artesã Anaízes Lorrane do Nascimento Silva, 25 anos, é candidata a deputada estadual pelo PDT do município. Nas eleições de 2 de outubro deste ano, ela faz sua estreia no cenário político eleitoral e diz que todo seu esforço político está centrado no apoio às mães e crianças, especialmente das parcelas periféricas da sociedade. 

A candidata justifica a prioridade. Segundo ela, o Estado tem que cuidar das mães e das crianças, oferecendo todo o suporte necessário. Para ela, isso impacta diretamente na transformação social, com mais vida, menos violência, menos criminalidade e menos preconceito.

Anaízes destaca que viver a realidade desses recortes sociais (mulher, preta, pobre, mãe atípica) não é fácil. “Cresci com tudo isso sendo dito a mim: que eu era inapta, que não chegaria a lugar nenhum, que não era digna de amor. O tempo todo ouvindo essas não-verdades, todos os dias, em todos os lugares. Claro que isso afeta nossa vida. Mas eu consegui separar isso da realidade de quem eu sou e isso só me dá mais força”, ensina.

A candidata chama a atenção para os recortes sociais que ela representa na sociedade e as desigualdades que permeiam cada grupo, dificultando o acesso das pessoas desses recortes aos serviços públicos: pessoa gorda, mulher preta, pobre, mãe de criança atípica. “De repente, se vê que não tem ninguém que se pareça comigo fazendo política. Então, a política é um espaço que precisa ser ocupado, é um espaço de afirmação porque eu sou como milhares de mulheres em nossa sociedade”, resume.

Sobre sua candidatura a uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná, Anaízes considera que é possível a mulher ocupar seu espaço na política partidária e disputar cargos eletivos. Neste sentido, ela diz que está dentro de um partido que lhe dá toda estrutura necessária para almejar os objetivos propostos.

Dentro do PDT, inclusive, Anaízes é presidente da Ação da Mulher Trabalhista (AMT), que cuida de todas as mulheres do município, do Estado e do País que são filiadas e têm pretensões políticas.

Entre suas principais propostas, ela defende políticas públicas nas áreas de proteção às mães e às crianças, na saúde, educação, desenvolvimento social, empreendedorismo das mulheres, políticas para as pessoas com deficiências e luta contra as desigualdades de acesso aos serviços públicos por conta de preconceitos existentes na sociedade.