POLÍTICA

min de leitura - #

Carol Scarpelini confirma pré-candidatura pelo Podemos

DA REDAÇÃO

| Edição de 15 de agosto de 2020 | Atualizado em 25 de janeiro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Nascida em uma família com DNA na política, Carolina Scarpelini tem 36 anos de idade e o mesmo tempo de política na cidade. É como se define a pré-candidata representante do partido “Podemos”, às eleições 2020 pela prefeitura de Apucarana. 

“Temos os partidos Solidariedade e o Patriotas no apoio e não descartamos, enquanto partido, compor com outro grupo para a disputa ao executivo. Tudo vai depender daqui até as convenções de como as coisas vão acontecer”, ressalta Carol. 
Ela considera que economia e o social devem caminhar juntos e assim o desenvolvimento de toda a cidade deve acontecer de maneira diferente de como está hoje. “Temos várias pessoas ajudando nos projetos do partido para Apucarana, inclusive os senadores do Podemos-PR, Álvaro Dias e Oriovisto Guimarães que serão de total importância para as propostas”, considera Carolina que afirma que o partido será oposição na campanha eleitoral e pode até abrir mão da cabeça de chapa. 
Segundo ela, a  base do Podemos em Apucarana é feminina, o que  reforça que o partido busca o ponto de vista da mulher para novas práticas de políticas públicas. Sem detalhar programas de governo, ela cita necessidade de mais um hospital para Apucarana, por exemplo na área da Saúde. “O Providência recebe pacientes de toda a região e isso tem que mudar”, diz Carol.
Carol já foi candidata à Câmara de vereadores em 2012 e 2016 quando, em ambas eleições fez mais votos, que alguns vereadores eleitos. “Fui a mulher mais votada e não me elegi por conta dos partidos mas vejo como experiência ter participado”, pontua. 
A mãe de Carol, Lucimar Nunes Scarpelini já foi vereadora em Apucarana e é pré-candidata pelo Patriotas. “Eu acho que o governante tem que ter visão do todo e estar conectado a todos os problemas da cidade, é o que aprendi com minha família”, pontua. 
A família Scarpelini é tradicional na política de Apucarana e teve como prefeito por duas vezes, Carlos Roberto Scarpelini – pai de Carol, que também foi deputado federal e o tio dela, José Domingos Scarpelini, prefeito e deputado estadual.
O presidente nacional do Podemos, senador Álvaro Dias, é padrinho de Carol. “Essa é a minha caminhada, eu já nasci na política com meu pai prefeito. Eu acompanhei tudo e aprendi o que sei e quero fazer mais com a política”, conclui.