POLÍTICA

min de leitura - #

Curitiba poderá dispensar o uso do protetivo na próxima semana

DA REDAÇÃO

| Edição de 09 de março de 2022 | Atualizado em 17 de março de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Prefeitura de Curitiba deve liberar o uso da máscara em ambientes externos a partir da semana que vem, se os números da Covid-19 não subirem no pós-carnaval. “Se a gente não tiver repique do carnaval, devemos a partir da semana que vem liberar a máscara em ambientes externos, já que temos grande parte da nossa população vacinada”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak, em discurso durante homenagem pelo Dia da Mulher na Associação Comercial do Paraná (ACP), nesta terça. Não há previsão sobre a fim da obrigatoriedade em ambientes fechados.

A secretária agradeceu a homenagem e falou dos maiores desafios enfrentados quando os hospitais e unidades de saúde ficaram lotados. “Tomamos medidas que podem ser questionadas, mas vamos publicar os estudos que comprovam a queda de internamentos e mortes após as medidas restritivas”, afirmou 

EM SÃO PAULO
Nesta terça-feira, o Governo do Estado de São Paulo decidiu retirar a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre. Em locais fechados, no entanto, nada muda, pois as máscaras seguirão, por ora, sendo obrigatórias.
A informação foi confirmada para a GloboNews por integrantes do Comitê Científico Estadual. Além de que as regras sobre o que será válido para as escolas só serão decididas nesta quarta-feira. 
Na última segunda-feira, o g1 revelou que um estudo da Vigilância Sanitária Municipal recomendou a liberação das máscaras em locais abertos na cidade, e a manutenção da obrigatoriedade do equipamento contra a Covid-19 em lugares fechados. O estudo foi enviado pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB) para o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) e encaminhado ao Comitê Científico estadual.