POLÍTICA

min de leitura - #

Mulheres devem disputar prefeitura em cinco municípios do Vale

Da Redação

| Edição de 26 de agosto de 2020 | Atualizado em 25 de janeiro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Nos 26 municípios do Vale do Ivaí, atualmente, apenas um é administrado por uma mulher: Cruzmaltina, onde a prefeita Luciana Lopes de Camargo (PSDB), é pré-candidata natural à reeleição. Contudo, essa relação pode mudar na próxima gestão tendo em vista a quantidade de candidatas femininas que anunciaram pré-candidaturas. Em cinco municípios: Apucarana, Bom Sucesso, São Pedro do Ivaí e São João do Ivaí, além do já citado Cruzmaltina, mulheres devem disputar o pleito. 
A prefeita de Cruzmaltina, Luciana Lopes de Camargo (PSDB), afirma que espera que o número de mulheres aumenta nas administrações. “Nosso grupo está há quase vinte anos na política e desde o primeiro mandato enfrentando desafios. Com opositores e dificuldades estamos encerrando mais uma temporada com a sensação de dever cumprido. Se acaso tiver mais prefeitas mulheres na região, com certeza será boa a experiência”, ressalta a prefeita.
Apucarana, por sua vez pode ter até duas mulheres disputando as eleições pela prefeitura este ano. O Psol lançou a professora Malu Domingues como pré-candidata do partido. Malu foi escolhida por ser mulher e pela experiência na vida política, pontuou o partido. Dentre as propostas apresentadas por ela, está justamente o reforço da participação feminina ao legislativo com o mandato compartilhado. “Em Apucarana a nossa ideia é novidade”, diz a professora Malu aos 72 anos de idade.
Outra mulher que busca aumentar a presença política na busca pelo executivo apucaranense, é Carol Scarpelini (PODEMOS) que cita a presença da mãe, advogada e ex-vereadora Lucimar Scarpelini ao seu lado na lida da pré-campanha. “Me apresentaram um novo projeto por Apucarana a quase dois anos, foi quando eu comecei a construir com o Podemos esse projeto a várias mãos”, disse Carol.
Em São Pedro do Ivaí, a ex-prefeita Maria Regina Della Rosa Magri (PSDB), é pré-candidata para retomar o executivo municipal. No município vizinho de São João do Ivaí, a atual vice-prefeita, Carla Emerenciano, também anunciou candidatura nesta semana. Ambas vão para as urnas com histórico administrativo para mostrar.
Já em Bom Sucesso, a assistente social e pedagoga Rosana Ferreira Lopes, viúva do ex-prefeito Maurício Aparecido de Castro, vai disputar as convenções do PSD pela prefeitura da cidade. “Um dos motivos para enfrentar a disputa é a questão do machismo dentro da política. Deveriam as próprias mulheres buscarem ser candidatas e nem precisaria das cotas dos partidos”, pondera. 
Ela acredita que por ter sido agente de ação social, a aceitação tem sido grande para a sua pré-campanha. “Foram parceiros de longa data e caminhada que referenciaram para enfrentar o atual cenário político no município e eu topei essa missão”, enfatiza.
Em Kaloré, uma das chapas a disputar a prefeitura é 100% feminina. A vereadora Rita de Cássio Mercúrio, a Ritinha (PSD), já anunciou candidatura à prefeitura em pleito que vai disputar ao lado de Nilda Enfermeira.
Em Arapongas, a vereadora Angélica Enfermeira ainda não anunciou pré-candidatura, mas também não descartou essa possibilidade.