POLÍTICA

min de leitura - #

Pesquisa indica reeleição de Ratinho Junior no 1º turno

DA REDAÇÃO

| Edição de 04 de março de 2022 | Atualizado em 17 de março de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela empresa paranaense Radar Inteligência indica que o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), estaria com 50,1% das intenções de voto nas eleições de 2 de outubro deste ano. Com esse resultado, ele seria reeleito em primeiro turno.

Pelo levantamento, o ex-governador e ex-senador Roberto Requião (sem partido) aparece em segundo lugar, com 19,8% das intenções de voto, seguido de Cesar Silvestri (PSDB), com 3%. Outros 11,3% votariam em branco ou nulo e 15,8% não souberam ou não opinaram.
A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número PR-02644/2022 e foi o primeiro levantamento sobre as intenções de voto feito no Paraná em 2022. O instituto, que realizou a pesquisa por conta própria, entrevistou 1.350 pessoas entre os dias 25 de fevereiro e 2 de março. A margem de erro é de 2,7 pontos porcentuais e o intervalo de confiança é de 95%. 
A pesquisa também fez duas simulações de segundo turno, ambas vencidas com folga por Ratinho Júnior. Num eventual segundo turno na disputa com Roberto Requião, o resultado foi o seguinte: Ratinho Júnior 54,9%, Roberto Requião 22,2%, nulo/branco 13,3%, não sabe/não opinou 9,6%.
Na simulação com o prefeito de Guarapuava, César Silvestre Filho (PSDB), Ratinho Junior seria reeleito com 60% dos votos válidos, contra 5,6% do pré-candidato tucano. Nulos e brancos somaram 19,3% e não sabem ou não opinaram, 15,1%.
EMPATE  TÉCNICO
Pesquisa do instituto Radar Inteligência divulgada ontem aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) estão tecnicamente empatados nas intenções de voto para a Presidência no Paraná. De acordo com o levantamento, Lula tem 34% contra 32,4% de Bolsonaro. Como a margem de erro é de 2,7% pontos porcentuais para mais ou para menos, Lula e Bolsonaro estão empatados tecnicamente.
O ex-juiz Sergio Moro (Pode) aparece em terceiro, com 11,9% e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) tem 3,3%. A senadora Simone Tebet (MDB/MS) foi citada por 1,8% dos entrevistados, seguida do governador de São Paulo, João Doria (PSDB) com 1,2%.
O governador do Rio Grande do Sul (PSDB) foi lembrado por 0,5%. Outros 6,2% dos entrevistados disseram pretender votar em branco ou anular o voto e 8,7% não souberam ou não quiseram responder.