POLÍTICA

min de leitura - #

PSDB e Cidadania pedem registro de federação no TSE

Estadão Conteúdo

| Edição de 11 de maio de 2022 | Atualizado em 11 de maio de 2022
Imagem descritiva da notícia PSDB e Cidadania pedem registro de federação no TSE

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O PSDB e o Cidadania protocolaram nesta quarta-feira no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o pedido de registro de federação partidária. O relator do pedido será o ministro Ricardo Lewandowski.

Este é o segundo pedido de federação partidária apresentado ao TSE. O primeiro foi protocolado em abril por PT, PCdoB e PV.

As federações partidárias são diferentes das coligações. Nas federações, os partidos são obrigados a se manter unidos, como se fossem uma única sigla, por pelo menos quatro anos. Nas coligações, a aliança política se dá somente durante o período eleitoral.

A possibilidade de os partidos formarem federações foi aprovada pelo Congresso Nacional. O presidente Jair Bolsonaro chegou a vetar a proposta, mas os parlamentares derrubaram o veto.

De acordo com o pedido entregue ao TSE, a federação entre PSDB e Cidadania tem como objetivo defender, entre outros pontos, a democracia e o desenvolvimento inclusivo e sustentável.

Segundo o estatuto, a federação entre PSDB e Cidadania deve escolher os candidatos com base “nas realidades estaduais e municipais”. Em uma federação, os partidos que decidirem se unir deverão apoiar os mesmos candidatos nos níveis nacional, estadual e municipal.

No mês passado, PSDB, Cidadania, União Brasil e MDB chegaram a anunciar um acordo para decidir, até 18 de maio, um candidato único do grupo à Presidência da República. O União Brasil, contudo, já decidiu ter candidato próprio. (ESTADÃO CONTEÚDO)