POLÍTICA

min de leitura - #

TRE do Paraná empossa novo presidente

DA REDAÇÃO

| Edição de 01 de fevereiro de 2022 | Atualizado em 17 de fevereiro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Tito Campos de Paula, conduz nesta terça-feira (1º), às 17h, no auditório do TRE-PR, em Curitiba, a solenidade de posse da nova cúpula diretiva do órgão. Na cerimônia, o desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura assume a presidência da Justiça Eleitoral do Paraná e o desembargador Fernando Wolff Bodziak, a vice-presidência e corregedoria.

Em entrevista coletiva ontem, o novo presidente do TRE-PR afirmou que aposta na transparência e no combate às “fake news” como forma de garantir a segurança nas eleições de outubro. Moura assume o cargo por dois anos em substituição ao desembargador Tito Campos de Paula, e vai comandar as eleições deste ano no Paraná em um momento de grande polarização política no País.
O desembargador também defendeu a segurança das urnas eletrônicas, que vem sendo questionadas por partidários do presidente Jair Bolsonaro (PL). No ano passado, Bolsonaro chegou a afirmar que se não fosse adotado o voto impresso, poderia ocorrer no Brasil algo semelhante ao que aconteceu nos Estados Unidos.
O novo presidente do TRE lembrou que começou a atuar em eleições quando o voto ainda era impresso, o que, segundo ele, dava margem a dúvidas sobre a segurança do processo. “Eu até o momento não vi nenhuma prova ou indício que não me traga confiança na urna eletrônica”, explicou.
Segundo Wellington Moura, uma das principais preocupações é justamente com as fake News. Por isso, sua gestão vai dar continuidade ao projeto “Gralha Confere”, criado pelo antecessor, Tito de Paula, de parceria com meios de comunicação para a checagem de notícias e informações no período eleitoral. “O grande mal é a desinformação. E para combater isso, só com informação”, afirmou o desembargador.