POLÍTICA

min de leitura - #

Vereador Facchiano avalia trabalhos de seu mandato

DA REDAÇÃO

| Edição de 22 de janeiro de 2022 | Atualizado em 25 de janeiro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O vereador Luciano Facchiano (PSB) elaborou nesta semana uma prestação de contas das ações e atividades legislativas realizadas em seu primeiro ano de mandato na Câmara de Apucarana. Ele afirma que não tem medido esforços para atender as mais diversas reivindicações feitas pela população. 

“Estamos sempre prontos para o trabalho. As sessões ordinárias são realizadas todas as segundas-feiras. Tivemos um ano difícil, de muito trabalho, de muitas lutas, mas de muitas conquistas e agora quero prestar contas das nossas ações realizadas em 2021”, adiantou o parlamentar.
Além dos atendimentos na Câmara Municipal, Facchiano informa que percorreu a cidade de Apucarana para ouvir as pessoas. “Fiscalizei, acompanhei e fiz indicações ao executivo para que as demandas da população fossem atendidas”, completou.
Facchiano teve cinco leis aprovadas em 2021: Passe Livre para Gestantes, que assinou com a vereadora Jossuela (PROS), que tem como objetivo garantir o deslocamento das gestantes na realização de consultas, acompanhamento médico, exames pré-natais e também no pós-parto. As mulheres beneficiadas têm direito a 100 passes que podem ser utilizados durante 11 meses, a contar do início da gestação. O benefício é custeado pela prefeitura, com recursos próprios do município em um investimento mensal estimado em R$ 300 mil/ano; que Declara de Utilidade Pública a Associação Download, ao lado do presidente Poim (PSD) e da vereadora Jossuela; Lei “Doe Esperança”, um programa de incentivo à doação de cabelos para pessoas em tratamento de câncer, projeto também assinado em parceria com a vereadora Jossuela; Programa Água é Vida que tem como objetivo a instalação de bebedouros com água potável para consumo gratuito da população e seus animais de estimação em praças públicas e áreas de lazer; e o projeto que reconhece no âmbito do Município de Apucarana a visão monocular como deficiência sensorial do tipo visual.
O vereador destaca ainda que durante o ano foram mais de 200 indicações apresentadas ao Executivo.