POLÍTICA

min de leitura - #

Zona sul de Arapongas ganha escola para 1,4 mil alunos

Da Redação

| Edição de 20 de outubro de 2022 | Atualizado em 20 de outubro de 2022
Imagem descritiva da notícia Zona sul de Arapongas ganha escola para 1,4 mil alunos

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O governador Ratinho Júnior esteve em Arapongas também para conhecer, na tarde de ontem, as novas instalações do Colégio Estadual Irondi Mantovani Pugliesi, inaugurado na região sul de Arapongas. O ato contou com a presença do prefeito Sergio Onofre e demais autoridades, lideranças e representantes do Núcleo Regional de Educação (NRE).

“Este é um dia simbólico. Pois o Colégio Irondi Pugliesi é uma instituição importante para a cidade e pela representatividade que vai exercer na região sul. Temos certeza de que a instituição vem para fortalecer ainda mais a área educacional do Paraná, que tem sido destaque”, frisou o governador.

Durante a solenidade, o governador destacou que os investimentos na educação têm colocado o Paraná em primeiro lugar em qualidade de ensino. Neste ano o estado liderou o ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) relativo a 2021, em relação ao ensino médio. “O Paraná conseguiu ter a melhor qualidade da educação do Brasil, segundo o IDEB divulgado em setembro. Estávamos em 7º lugar quando assumi o governo e agora estamos em 1º lugar”, salientou o governador.

Onofre reiterou os esforços do governo junto a Arapongas. “Nosso governador é o que mais trouxe verba para o município de Arapongas. Ver esta obra concluída é um sonho realizado. Uma satisfação ver este colégio sendo entregue. Um colégio que tem capacidade para atender 1.200 alunos. Com isso, 740 alunos deixarão de percorrer cerca de 8km para terem acesso a instituições de Ensino Médio em outras regiões da cidade. Tudo isso só foi possível através de uma união de esforços, e empenho do governo do Paraná, Fundepar e prefeitura”, salientou.

MAIS PERTO DE CASA

O filho da dona de casa Rosimeire Ramos está entre as crianças que vão estudar na escola. “Meu filho tem 12 anos e será maravilhoso estudar mais perto de casa. Meu menino tinha que ir para a cidade e agora vai ficar mais fácil”, afirma. 

O autônomo Lucas Cardoso, 27 anos, comemorou que as crianças da região sul de Arapongas serão beneficiadas com uma escola mais perto de suas casas. Ele lamenta que na época em que estudava ensino fundamental e médio passava cerca de 20 minutos no ônibus até chegar na escola onde estudava. “Tinha todo um transtorno para ir estudar. Agora vai ficar bom para quem mora perto não vai precisar se deslocar para longe”, comenta. (CINDY SANTOS)