CIDADES

min de leitura - #

Apucarana finaliza modernização da iluminação pública na zona leste

Da Redação

| Edição de 25 de julho de 2022 | Atualizado em 25 de julho de 2022
Imagem descritiva da notícia Apucarana finaliza modernização 
da iluminação pública na zona leste

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A instalação de novas luminárias no “Castelo Branco”, primeiro núcleo habitacional implantado em Apucarana, garantiu o cumprimento de uma meta. Agora, toda a região leste de Apucarana está com o sistema de iluminação pública renovado. Ao todo, 30 bairros situados na zona leste foram contemplados com o Programa Municipal de Modernização da Iluminação Pública.

O prefeito Junior da Femac, ao anunciar a conclusão de mais este serviço, fez um balanço do programa. “O trabalho iniciou em 2016 e está sendo acelerado nesta gestão. O que era um desafio, virou uma marca administrativa graças ao trabalho, planejamento e criteriosa aplicação dos recursos. Todos os bairros da região leste já foram contemplados com nova iluminação, gerando mais conforto e segurança para a população”, frisa Junior da Femac. 

Além do “Castelo Branco”, nesta região da cidade o programa atendeu outros 29 bairros: jardins Aeroporto, Aviação, Santos Dumont, Santiago, Bandeirantes, Colonial, Paraná, Paraíso, Guarujá, América, Trabalhista e Ponta Grossa, entre outros; além dos núcleos habitacionais Sumatra, Jaçanã, Recanto do Lago, Tancredo Neves e João Goulart. “Ainda nesta região da cidade, a renovação da iluminação contemplou a Vila Shangri-lá e a Vila Nova, além dos loteamentos Central e Monte Belo”, completa o superintendente municipal de iluminação pública, engenheiro eletricista, Lafayete Luz.

Junior da Femac reforça que o programa continua avançando, informando que uma nova etapa foi lançada neste ano. “Somente na substituição das luminárias antigas, vamos investir mais de R$ 4 milhões, realizando 4.105 trocas. Com isso, até o final do ano, teremos renovado 75% dos pontos de iluminação pública existentes toda a cidade”, ressalta Junior da Femac, afirmando que o percentual não leva em consideração os novos loteamentos criados e extensões de rede, onde a iluminação já é implantada com tecnologia atual.

MARCO SIMBÓLICO – O superintendente municipal de iluminação pública, engenheiro eletricista, Lafayete Luz, afirma que troca das luminárias no Núcleo Habitacional Castelo Branco é simbólica. “Trata-se do primeiro núcleo habitacional implantado em Apucarana, composto por 17 ruas que são bastante estreitas. Os braços de luz eram bem curtos, de apenas um metro, e trocamos por braços de dois metros, além de fazer a substituição das antigas lâmpadas de vapor de sódio por 59 luminárias LED com potência de 70 watts”, detalha Lafayete. 

O engenheiro eletricista salienta ainda que a renovação garante uma luminosidade três vezes maior no bairro. “Com a colocação de braços maiores, foi possível avançar a posição das luminárias, resultando numa distribuição da luz mais homogênea ao longo da rua”, comenta Lafayete.