CIDADES

min de leitura - #

Programa de Hortas Solidárias recebe visita de universitários

Da Redação

| Edição de 13 de julho de 2022 | Atualizado em 13 de julho de 2022
Imagem descritiva da notícia Programa de Hortas Solidárias recebe visita de universitários

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Um grupo de estudantes do 4º  ano do curso de Administração, da Universidade Estadual do Paraná (Unespar/Fecea),conheceu ontem o Programa Municipal de Hortas Solidárias. O objetivo foi apresentar aos universitários práticas sustentáveis que aliam questões sociais, ambientais e de segurança alimentar.

O Programa Municipal de Hortas Solidárias faz parte do Programa Municipal de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, da Secretaria da Mulher e Assuntos da Família (Semaf). O programa abrange a unidade-piloto, localizada no Espaço Empreender que ocupa uma área anexa ao antigo IBC da Vila Nova, e outras 15 unidades de produção situadas em diferentes bairros da cidade. 

A visita de cerca de 30 universitários das turmas do diurno e noturno aconteceu no Espaço Empreender, onde a horta tem área de 4 mil metros quadrados. “Dezessete famílias usufruem deste espaço e produzem para o consumo próprio, mas o excedente é comercializado, gerando renda. Também há um trabalho de inclusão, do qual participam 14 internos da ONG Projeto Renascer”, conta Maura Aparecida Fernandes de Oliveira, coordenadora da horta solidária.

Maura acrescenta que a unidade-piloto também é responsável por fornecer mudas para as outras hortas situadas em bairros. 

A professora Carine Maria Senger afirma que a visita integra as atividades da disciplina responsabilidade socioambiental. “A nossa intenção foi trazer ao conhecimento dos alunos a agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável da ONU. As práticas das organizações, das empresas e gestores públicos devem estar alinhadas com essa agenda. Os alunos vieram para entender o que está sendo feito para alcançar esses objetivos”, explica Carine.

A ideia de conhecer a iniciativa surgiu a partir do relato de uma aluna, cujos pais integram o grupo de 17 famílias que cultivam a horta situada no IBC. “Eu que nem fiz o ginásio fui convidada a ir até a Unespar para falar com gente que está fazendo faculdade. Foi um dia especial e eu me senti muito importante”, descreve Dirce de Fátima da Silva, que trabalha, junto com o marido, diariamente na horta situada no IBC da Vila Nova.