GERAL

min de leitura

Memorial da Resistência abre exposição sobre cidadania negra

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 04 de junho de 2022 | Atualizado em 04 de junho de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O Memorial da Resistência, na capital paulista, inaugura hoje (4) a exposição Memórias do Futuro: Cidadania Negra, Antirracismo e Resistência. A mostra, com entrada gratuita, aborda as lutas por direitos lideradas pela população negra no estado de São Paulo desde 1888.

Imagem ilustrativa da imagem Memorial da Resistência abre exposição sobre cidadania negra
Imagem ilustrativa da imagem Memorial da Resistência abre exposição sobre cidadania negra

Com curadoria do sociólogo e escritor Mário Augusto Medeiros da Silva e apoio das pesquisadoras Pâmela de Almeida Resende e Carolina Junqueira Faustini, a exposição é composta por cerca de 450 materiais como fotos, cartazes e documentos, além da participação de artistas como Bruno Baptistelli, Geraldo Filme, e João Pinheiro.

Entre os temas apresentados estão a imprensa e literatura negra, as expressões artísticas retratadas nos grupos e nas escolas de samba, teatro folclórico, bailes blacks e hip hop, o período da ditadura, as perseguições às práticas religiosas de matrizes africanas e afro-brasileiras, a redemocratização e o feminismo negro.

A mostra ficará em cartaz no Memorial da Resistência de São Paulo até 8 de maio de 2023.

A exposição foi criada em colaboração com a Coalização Negra por Direitos, a revista O Menelick 2º Ato, a Capulanas Cia de Arte Negra e o Ilú Obá de Min, Arquivo Edgar Leuenroth (AEL) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o Arquivo Público do Estado de São Paulo, o Museu da Imagem e do Som, a Pinacoteca do Estado e o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do estado de São Paulo (Condephaat).

O Memorial da Resistência fica no Largo General Osório, 66 – Santa Ifigênia, região central de São Paulo. A exposição funciona todos os dias, das 10h às 18h, exceto às terças-feiras.