POLÍTICA

min de leitura - #

Presidente do TJ-PR passa a ser cidadão honorário de Apucarana

Edison Costa

| Edição de 20 de julho de 2022 | Atualizado em 20 de julho de 2022
Imagem descritiva da notícia Presidente do TJ-PR passa a ser cidadão honorário de Apucarana

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Em sessão solene e especial realizada na noite desta quarta-feira, no Salão de Júri do Fórum Desembargador Clotário Portugal, a Câmara de Municipal de Apucarana fez a entrega do título de Cidadão Honorário do Município ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ-PR), desembargador José Laurindo de Souza Neto. 

O projeto de lei, aprovado em 2020, é de autoria do vereador Luciano Augusto Molina Ferreira (PL), com a assinatura de todos os companheiros da Legislatura passada, sendo a lei sancionada pelo prefeito Junior da Femac (PSD). A homenagem é em reconhecimento aos relevantes serviços prestados pelo magistrado em benefício de Apucarana e do Paraná durante a sua carreira como magistrado.

A sessão foi conduzida pelo presidente da Câmara, vereador Franciley Preto Godói Poim (PSD), com a presença do diretor do Fórum, juiz Osvaldo Soares Neto, dos juízes Frederico Mendes Junior e Marcel Ferreira dos Santos, presidente e vice respectivamente da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar), da promotora Fernanda Lacerda Trevisan Silvério, coordenadora administrativa do Ministério Público de Apucarana, do juiz José Cândido Sobrinho, diretor do Fórum Central da Comarca de Maringá, do vice-governador Darci Piana (PSD), além do prefeito de Apucarana, Junior da Femac (PSD), demais juízes locais e de outras comarcas da região, promotores públicos e advogados.

De acordo com Luciano Molina, autor da proposição, o desembargador José Laurindo de Souza Neto tem um grande serviço prestado para Apucarana, o Paraná e também ao Brasil. Ele cita que foi ele quem trouxe para Apucarana em 2020, por exemplo, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc), que atua na intermediação de redução de penas, conciliações e na resolução de outros problemas de ordem judicial. 

Molina cita também que em 2020 José Laurindo, na condição de presidente do TJ-PR, reverteu uma soma de recursos da ordem de R$ 26 milhões do judiciário para combate à pandemia no Paraná. “Ele é uma pessoa íntegra, correta, que tem contribuído muito com Apucarana, o Paraná e o País e por isso merece esta honraria pelos serviços prestados”, disse Molina;

O presidente do Tribunal de Justiça, José Laurindo, agradeceu a homenagem da Câmara de Vereadores e falou da importância de ser reconhecido como cidadão de Apucarana. “Eu tenho a dizer que é honra, orgulho e agradecimento. Essas são as três palavras. Honra por ser membro desta sociedade e também agradecimento, porque essa é uma homenagem que compartilho com toda a família da Justiça e com todos aqueles que desencadeiam e praticam a política da cultura da paz”, declarou emocionado.


Prédio do Fórum  do Judiciário vai receber reforma geral

No final da cerimônia, o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), José Laurindo de Souza Neto, liberou ao diretor do Fórum Desembargador Clotário Portugal, juiz Osvaldo Soares Neto, a execução das obras de revitalização do prédio do judiciário. As obras têm um custo estimado de R$ 1,5 milhão e devem ter seu início no próximo mês de outubro.

José Laurindo destacou o projeto de reforma como necessário. “É um investimento de R$ 1,5 milhão para que se tenha um Fórum compatível com as necessidades da Comarca. Hoje o Fórum não é um apenas espaço onde se julgam crimes e disputas, mas um espaço de construção de cidadania, onde as pessoas vivem, compartilham e têm comunhão de valores importantes para os dias de hoje”, declarou.