POLÍTICA

min de leitura - #

Sem citar nomes, vereadores pedem votos para candidatos de Apucarana

Edison Costa

| Edição de 12 de setembro de 2022 | Atualizado em 12 de setembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Sem citar nomes, vereadores pedem votos para candidatos de Apucarana

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A maioria dos vereadores utilizou a Tribuna Livre da Câmara de Apucarana, na sessão desta segunda-feira, para pedir à população que vote em candidatos da cidade que concorrem à Câmara Federal e à Assembleia Legislativa. Ninguém fez indicação deste ou daquele concorrente, conforme acordo entre os próprios vereadores, para evitar uma discussão política mais acalorada no plenário.

Sem citar nomes, vereadores da base defenderam o voto útil em candidatos locais como forma de Apucarana conseguir uma representação política própria nas esferas federal e estadual. No entanto, pediram aos eleitores para que analisem bem e votem de forma consciente.

Para o vereador Toninho Garcia (União Brasil), o que acontece é que, no dia da eleição, a pessoa vai pescar, em vez de escolher o candidato certo e colocar seu voto na urna. “A pessoa não sabe que todos nós pagamos impostos e são impostos que deveriam muito bem voltar para Apucarana”, afirmou. Segundo ele, se a cidade tiver uma representação política forte poderia conseguir, por exemplo, uma faculdade de Medicina que contribuiria em muito no atendimento de saúde da população.

“Nós estamos a vinte dias das eleições e esse é um momento importante da nossa história e da nossa democracia”, disse o vereador Rodrigo Recife (União Brasil), ressaltando no entanto estar preocupado com essa polarização em nível de Brasil. Neste aspecto ele pediu à população para não se envolver em questões pessoais. Para ele, esse é um momento de decisão do voto e cada um vai escolher aquele que acredita ser o melhor para o País, para o Estado e para o Município.

De outro lado, pediu aos apucaranenses para que prestem atenção não somente no voto para presidente da República, mas também na escolha dos deputados estaduais, federais e senador. Ele diz que está trabalhando firme para os candidatos de Apucarana que ele acredita serem as melhores opções. Porém defende que cada eleitor faça sua escolha com respeito e ética.

“Eleição é o direito que o cidadão tem de escolher seus candidatos e cada um tem sua visão”, disse Marcos da Vila Reis (PSD), para quem a pessoa vota conforme está satisfeito ou não com a situação. Ele deixou claro estar apoiando candidatos que fazem parte do seu grupo político.

O vereador Tiago Cordeiro de Lima (MDB), que não apoia candidatos de Apucarana, apesar de pertencer ao grupo político da situação, justificou que voto útil não é apenas votar em candidatos locais, mas também naqueles que têm compromisso com a cidade e tem serviços prestados à população. Já a vereadora Jossuela Pirelli (PROS), disse que tem um grupo político, porém a sua luta é pela paz e pelo respeito entre as pessoas. 

As seis matérias da pauta foram aprovadas sem discussão.