POLÍTICA

min de leitura

Senado aprova PDL que libera gasto com pessoal de organizações sociais

Agência Brasil * (via Agência Brasil)

| Edição de 22 de junho de 2022 | Atualizado em 22 de junho de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (22) um projeto de decreto legislativo (PDL) que suspende uma portaria da Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Economia, e, com isso, assegura o pagamento de salário dos trabalhadores contratados pelo poder público por meio de organizações sociais (OSs). A portaria inclui as despesas com recursos humanos das entidades parceiras no limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal. O PDL segue para promulgação.

Imagem ilustrativa da imagem Senado aprova PDL que libera gasto com pessoal de organizações sociais
Imagem ilustrativa da imagem Senado aprova PDL que libera gasto com pessoal de organizações sociais

Segundo o projeto de decreto legislativo, os gastos com essas organizações passam a ser considerados, a partir de janeiro deste ano, no limite da despesa total com pessoal dos entes federados. O argumento do PDL é que o regulamento da portaria é inconstitucional por exorbitar o poder regulamentar do Executivo.

* Com informações da Agência Senado