CIDADES

min de leitura - #

Cresce número de internações por doenças respiratórias na região

Adriana Savicki

| Edição de 31 de agosto de 2022 | Atualizado em 31 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Cresce número de internações por doenças respiratórias na região

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A ocupação de leitos por doenças respiratórias disparou na região no mês de agosto. O número de pacientes internados nos hospitais de referência da 16 Regional de Saúde (RS) de Apucarana aumentou 90% desde o início de agosto. 

Segundo o boletim de ocupação divulgado diariamente pelo órgão, nesta quarta-feira (31), 36 pacientes estão internados nos hospitais da Providência e Materno Infantil, de Apucarana, Santa Casa de Arapongas e Honpar, também em Arapongas. Em 1° de agosto, eram 19.

Dos 36 pacientes internados, 9 ocupam leitos de UTI – 7 adultos e 2 crianças que estão na Hospital da Providência e Providência Materno Infantil, respectivamente. Nas alas de enfermaria adulto, são 12 pacientes no Providência e 2 no Honpar. Treze pacientes estão internados na enfermaria mista do Materno Infantil (9) e na ala infantil da Santa Casa (4).

Atualmente, o acompanhamento de leitos monitora qualquer paciente com síndrome respiratória, o que inclui Covid-19. Durante o mês de agosto, a ocupação de leitos atingiu pico no último dia 25, quando chegou a 49 internamentos nos hospitais de referência.

Segundo o chefe da 16 RS de Apucarana, Marcos Costa, a alta é reflexo das mudanças climáticas. “As quedas de temperatura tornam mais propícia a propagação de doenças respiratórias”, afirma ele, acrescentando que como o hábito de usar máscara vem sendo deixado de lado, a população fica mais vulnerável ao contágio de doenças respiratórias.

COVID 

Ontem, a Autarquia Municipal de Saúde (AMS) de Apucarana confirmou uma morte por covid-19. A paciente tinha 86 nos e não há informações sobre seu quadro vacinal. O município registrou ainda 21 novos casos da doença e soma agora 556 mortes e 38.336 diagnósticos positivos do novo coronavírus. (ADRIANA SAVICKI)