CIDADES

min de leitura - #

Retomada da Festa de Santa Rita deve devolver turistas à Lunardelli

Da Redação

| Edição de 13 de maio de 2022 | Atualizado em 13 de maio de 2022
Imagem descritiva da notícia Retomada da Festa de Santa Rita deve devolver turistas à Lunardelli

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O mês de maio é especial para Lunardelli. O mês das mães é também o mais movimentado para o comércio da cidade, que depende diretamente do turismo religioso. Em maio, a cidade celebra a festa em Louvor a Santa Rita de Cássia. O santuário dedicado à santa, que antes da pandemia costumava receber cerca de 60 mil fiéis no mês, foi esvaziado nos últimos dois anos por causa das restrições impostas pela pandemia de Covid-19. Agora com a retomada, os comerciantes estão otimistas.

Segundo o prefeito Reinaldo Grola, foram dois anos de estagnação no setor turístico por causa da pandemia. “Mas desde o início do ano temos observado a cada dia um número expressivo de pessoas buscando retornar e visitar o Santuário que é um atrativo muito forte. A gente se preparou nos últimos cinco anos para termos uma cidade mais acolhedora para receber as pessoas, então hoje nós temos uma estrutura bem montada e o Santuário também tem feito seus investimentos para poder atender bem toda essa demanda que está retornando a nossa cidades”.

As festividades oficiais começaram em 1º de maio, com missa e benção ao trabalhador com o cantor Lucas Lima e a entronização da imagem de Jesus das Santas Chagas, doada pelo Santuário Nossa Senhora de Guadalupe e seguem por todos os domingos de maio. Nesta sexta-feira (13) foram iniciadas às novenas no Santuário Santa Rita de Cássia. Para este sábado (14), tem show em Praça Pública com o cantor católico Flavinho (Canção Nova).

Segundo o presidente da Associação Comercial e Industrial de Lunardelli (ACIL), Hederson Marchi Ferreira, já nesses primeiros dois finais de semana do mês já foi possível ver o reflexo da movimentação nas vendas locais. “Já deu para as empresas sentirem o aumento de vendas. Os romeiros estão voltando e o dinheiro começa a circular em maior volume no nosso comércio. Os empresários estão confiantes e a retomada deve ser na geração de empregos também”, disse Ferreira.

Sonia Maria Marega Santos, proprietária de uma loja em frente ao Santuário Santa Rita que vende presentes e artigos religiosos, diz que apesar dos últimos dois anos difíceis tem boa expectativa com a retomada das festas. “Já vinha caminhando aos poucos, mas, esperamos que volte a ser como era antes. Até mesmo no domingo passado, por ser o Dia das Mães, eu achei que não viriam muitas pessoas para Lunardelli porque geralmente as pessoas ficam com a família e assim mesmo tivemos muitas visitas. Tanto no sábado quanto no domingo”.

Grande expectativa de público

Na loja de artigos religiosos do próprio Santuário Santa Rita de Cássia a expectativa é de grande público, segundo a irmã Selma Cordeiro Santos, principalmente nos dia 21 e no dia 22, Dia de Santa Rita de Cássia.

“Especialmente porque dia 22 neste ano cai num domingo. Já temos agendados na secretaria cerca de 80 ônibus de romeiros e acredito que até a próxima semana esse número ultrapasse 100 ônibus. Sem contar as pessoas que vêm de carro próprio e alguns fiéis da região que vêm caminhando. Estamos bastante otimistas”.

E os devoto estão chegando. Moradora de Iguatemi no Mato Grosso do Sul, Cleuza de Oliveira Cristo Conceição, devota de Santa Rita de Cássia esteve no Santuário Santa Rita de Cássia. “Meu marido tem uma consulta marcada com médico amanhã (sexta-feira) em Apucarana. Aí aproveitamos e vimos antes para conhecer Lunardelli. Valeu a pena, me senti muito emocionada e abençoada em estar aqui louvando nossa Santa Rita”, disse Cleuza.