ECONOMIA

min de leitura

Highline vence leilão e arremata torres de telefonia fixa da Oi

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 23 de agosto de 2022 | Atualizado em 23 de agosto de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio, homologou, em leilão realizado nessa segunda-feira (22), a proposta pública vinculante de R$ 1,697 bilhão da empresa NK 108 Empreendimentos e Participações S.A., afiliada da Highline Brasil, para a compra do ativo constituído pela Sociedade de Propósito Específico “SPE TORRES 2”, composto por 8 mil torres de telefonia fixa. O ativo, da operadora Oi, que está em recuperação judicial, inclui contratos, direitos, obrigações, licenças e demais equipamentos necessários à sua operação.

Durante o leilão, foram abertos os envelopes lacrados apresentados pelas empresas American Tower do Brasil e IMS Brasil, mas nenhuma apresentou proposta. Dessa forma, os representantes da NK 108 ratificaram a proposta vinculante que já havia sido juntada ao processo de recuperação judicial.  

Após manifestações favoráveis à homologação da proposta da NK 108, do Administrador Judicial, representado na audiência pelos advogados Adriana Conrado Zamponi e Igor Garbois Fernandes Ribeiro e do promotor Leonardo Araújo Marques, pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, o juiz Fernando Viana deliberou pela homologação. 

“Diante da ausência da apresentação de outras propostas do edital de leilão e da concordância do MP [Ministério Público] e do administrador-judicial, declaro vencedor do procedimento competitivo do ativo SPE TORRES 2, e homologo a proposta vinculante por ela apresentada, no valor de R$ 1.697 bilhão”.