CIDADES

min de leitura - #

Ampliação de rede libera mil ligações de esgoto em Ivaiporã

Da Redação

| Edição de 05 de setembro de 2022 | Atualizado em 05 de setembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Ampliação de rede libera mil ligações de esgoto em Ivaiporã

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Uma demanda de décadas na área de saneamento começa a ser resolvida em Ivaiporã. Com o andamento da obra de ampliação do sistema de esgotamento sanitário, a Sanepar vai colocar em operação neste mês, de forma parcial e em fase de testes, a Estação Elevatória de Esgoto (EEE) Pindauvinha e a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Pindaúva, possibilitando a ligação de mil imóveis à nova rede de esgoto. A ampliação da cobertura é considerada estratégica para a Prefeitura de Ivaiporã, que vem discutindo a necessidade de melhorar a cobertura desde 2014, na gestão anterior .

Os investimentos somam R$ 51,4 milhões e envolvem - além das adutoras - 100 quilômetros de instalação de redes coletoras e 4.568 ligações de rede. As primeiras mil ligações serão comercializadas neste mês e as demais de forma gradativa.

Com o investimento, o município vai atingir 50% de índice de cobertura de rede de esgoto. Conforme a Sanepar, Ivaiporã atingirá 15% de cobertura de rede de esgoto ainda neste ano, chegando à metade dos imóveis em 2023. O município de Ivaiporã terá uma das ETE mais modernas do Paraná – inclusive com a Unidade de Gerenciamento de Lodo, que transforma resíduos em adubo. A implantação da rede de esgoto iniciará na Vila João XXIII e nos Jardins Brasília, Ouro Preto e Luiz XV. 

O prefeito Carlos Gil destaca que a ampliação da rede de esgoto é uma prioridade desde sua primeira gestão, em 2014, quando foi renovado o contrato com a Sanepar e delimitadas metas de ampliação dos sistemas de abastecimento de água e de esgoto sanitário. 

“Quando me elegi, em 2012, procurei a Sanepar, em Curitiba, porque o número de domicílios tratados em Ivaiporã era muito baixo. À época chegava 11%. Com as obras executadas pela Sanepar o município atingiu  15%. Trata-se de saúde pública, uma vez que os recursos investidos em esgoto reduzem em 4 vezes os gastos com a saúde”, comparou o prefeito em exercício. 

Desde que assumiu o segundo mandato, em 2021, a gestão vem cobrando o cumprimento do contrato, uma vez que 50% das ligações já deveriam estar concluídas na cidade. 

VERTICALIZAÇÃO

O prefeito destaca que a falta de cobertura inibe o crescimento de Ivaiporã. Sem rede esgoto, o processo de verticalização é praticamente inviabilizado, uma vez que construção de imóveis residenciais e comerciais depende de fossas sépticas . 

A estimativa é que a ETE Pindaúva esteja totalmente em operação até o final do ano. Os detalhes do início da operacionalização do sistema foram discutidos em encontro entre o prefeito Carlos Gil e representantes da Sanepar.